Educação Financeira

5 Lições financeiras que devemos aprender com 2020

4 Minutos de leitura

A vida é repleta de imprevistos, mas momentos de crise são importantes para nosso aprendizado e crescimento pessoal. As lições financeiras de 2020, por exemplo, mostram para o investidor como a organização e o planejamento financeiro são fundamentais para superar fases complicadas. 

Quem não tinha uma reserva financeira e teve impacto na renda ficou em uma situação mais vulnerável durante a pandemia. Por isso, nesse fim de ano, aproveite para analisar os acontecimentos mais marcantes e entender quais ensinamentos você pode extrair deles. 

Continue a leitura e confira quais são as 5 lições financeiras que todas as pessoas deveriam aprender com o ano de 2020! 

As consequências da pandemia 

A pandemia causada pelo novo coronavírus pegou todo o mundo de surpresa. Além da crise de saúde, as medidas de enfrentamento ao vírus afetaram a economia. Os países se desestabilizaram e muitas pessoas perderam o emprego ou diminuíram a renda. 

Quem tinha investimentos na bolsa de valores viu os preços caírem rapidamente. Foi em março que o mundo entrou em alerta máximo, com diversos lockdowns — especialmente em países da Europa. Nesse período, a bolsa brasileira passou por 6 circuit breakers em apenas duas semanas. 

Com os preços se desvalorizando, muitas pessoas amargaram prejuízo ao resgatar o dinheiro. Outras não conseguiram contar com o valor investido, porque fazer a venda dos ativos representaria grandes perdas. Investidores com menos experiência sofreram ainda mais com a situação. 

Apesar disso, a bolsa bateu recorde de 3 milhões de CPFs cadastrados, com aumento de 82% em relação a 2019. Um dos principais motivos para isso está na queda da taxa Selic — que atingiu a mínima histórica de 2% ao ano em agosto de 2020 e se manteve nesse patamar. 

Com isso, os investimentos de renda fixa se tornaram menos atrativos para alguns investidores. Em busca de oportunidades de rentabilidade maior, muitos migraram para a bolsa de valores. Mas, como vimos, é preciso saber lidar com os riscos ao fazer isso. 

5 Lições financeiras para aprender com 2020 

Agora que você relembrou os principais acontecimentos do mercado financeiro em 2020, é hora de tirar algumas lições.  

Conheça os principais aprendizados que devemos tirar da situação e levar adiante! 

Tenha uma reserva de emergência 

O isolamento social levou muitas empresas e comércios a pararem suas atividades durante o ano de 2020. A desaceleração da economia refletiu no mercado de emprego, de forma que muitas pessoas perderam sua fonte de renda e mais de 14 milhões permanecem desempregados no Brasil. 

Nesse sentido, ter uma reserva de emergência se mostrou essencial. Ela representa uma quantia que deve estar disponível para o caso de imprevistos e situações adversas — como as causadas pelas crises financeiras. 

O ideal é que o montante cubra seus gastos mensais durante, pelo menos, 6 meses. Portanto, é uma ferramenta relevante para aumentar a segurança, garantindo acesso ao dinheiro no momento que precisar. 

Para isso, é importante que a reserva financeira esteja alocada em investimentos seguros e com alta liquidez. O objetivo é que ela seja utilizada para apoiar despesas extras que não estavam no orçamento, como é o caso de urgências com saúde, ou compor a renda em casos de perda. 

Assim, ela pode ser utilizada para proporcionar renda em momentos de impacto salarial ou perda de emprego. Com isso, você tem recursos suficientes para continuar assumindo seu custo de vida até se reorganizar. 

Faça investimentos de curto, médio e longo prazo 

Os seus objetivos de curto, médio e longo prazo precisam estar bem claros na sua cabeça. Quem investe apenas por investir dificilmente terá resultados satisfatórios. Pior: pode se expor a riscos grandes. Pense em quem colocou dinheiro de curto prazo na bolsa em 2020. 

A desvalorização gerou perdas significativas. Desse modo, o melhor caminho é se guiar pelos prazos ao escolher onde investir. É uma forma de tomar decisões mais adequadas para cada projeto que você tenha. 

Saiba lidar com a volatilidade 

Além do número recorde de circuit breakers na bolsa, o Ibovespa registrou a maior volatilidade desde 2008. Algumas ações tiveram volatilidade maior do que 100% em 2020. Tudo isso pode impactar os resultados de um investidor — especialmente os menos experientes. 

A volatilidade é uma variável econômica que indica a frequência e a intensidade das variações de preço de um ativo ou derivativo em um período de tempo. Ela ajuda a dimensionar o risco, pois aponta a chance de uma cotação subir ou descer em níveis elevados. 

Nesse sentido, é essencial aprender a lidar com a volatilidade se você quer investir em renda variável. Para isso, estude antes de aportar dinheiro e respeite o seu perfil de risco. 

Não perca o foco dos investimentos 

Pelo que você viu até aqui, é possível perceber que os investimentos em renda variável são mais indicados para o longo prazo. Nesse caso, a volatilidade não influencia tanto no resultado. Por esse motivo, é fundamental aprender a manter o foco dos seus investimentos. 

É necessário aprender a deixar as emoções de lado no momento de investir. Nem sempre é fácil lidar com um rendimento negativo, mas você deve ter sempre o seu objetivo em mente antes de realizar a venda das Ações, por exemplo. 

Quando o momento de crise passar, elas podem voltar a se valorizar, de forma que a queda que tiveram em 2020 pode não afetar o seu resultado. 

Diversifique o capital 

O investidor precisa estar preparado para momentos de crise. Elas são ocorrências atípicas, mas que podem acontecer a qualquer momento. Nesse sentido, uma estratégia é ter uma carteira diversificada. Ela dilui os riscos e ajuda a lidar com as oscilações. 

Quem possui estratégias de hedge na carteira podem até lucrar na crise. Entre os ativos mais utilizados para isso estão o Ouro e o Dólar. Além disso, também é possível diversificar com ativos de baixa correlação. Assim, se um setor for mais afetado, outro pode balancear esse movimento. 

Gostou de saber mais sobre as lições que 2020 trouxe para os investidores? Lembre-se de que todos estão sujeitos a passar por momentos de crises e imprevistos. Por isso, é necessário se precaver. Não deixe de aprender com cada situação! 

Se este post ajudou você, compartilhe o conteúdo nas suas redes sociais e auxilie seus amigos a tirarem boas lições do ano que passou! 

Posts relacionados
Educação FinanceiraGuias de Investimentos

Planejamento Financeiro: tudo o que você precisa saber para fazer o seu!

11 Minutos de leitura
O seu dinheiro pode ser um grande aliado na conquista de objetivos e no alcance de novas oportunidades. Porém, isso só é…
Educação Financeira

Os 10 principais erros de quem investe 100 mil reais

5 Minutos de leitura
O mercado de investimento tem ganhado muito destaque nos últimos anos em razão do número crescente de pessoas que vem alcançando ótimos…
Educação Financeira

Sou médico e não invisto, como começar?

5 Minutos de leitura
Você é médico ou estudante de Medicina, tem capital, mas sabe muito pouco sobre o mercado de investimentos? Então, não deixe de…