Notícias

Notícias

Bolsas da Ásia e Pacífico fecham majoritariamente em alta, após Fed ‘contido’

Por
Agência Brasil

As bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam majoritariamente em alta nesta quinta-feira, 5, após o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) minimizar ontem as chances de aumentos de juros mais agressivos.

Na China continental, os mercados retornaram de feriados com ganhos apenas modestos. O índice Xangai Composto subiu 0,68%, a 3.067,76 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto teve ganho idêntico de 0,68%, a 1.891,66 pontos.

Em outras partes da Ásia, o Taiex avançou 0,79% em Taiwan, a 16.696,12 pontos, mas o Hang Seng caiu 0,36% em Hong Kong, a 20.793,40 pontos. No Japão e na Coreia do Sul, não houve negócios hoje devido a feriados.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no azul, interrompendo uma sequência de três pregões negativos. O S&P/ASX 200 teve alta de 0,82% em Sydney, a 7.364,70 pontos.

A prevalência do apetite por risco na região da Ásia e do Pacífico veio após a decisão de ontem do Fed. O BC americano elevou seus juros básicos em 50 pontos-base, como era amplamente esperado, mas seu presidente, Jerome Powell, disse que a instituição não está considerando aumentos maiores mais adiante. O comentário de Powell levou a um rali em Wall Street na quarta-feira.

Na China, por outro lado, mais um indicador evidenciou os impactos da pior onda de covid-19 que a segunda maior economia do mundo vem enfrentando. O PMI de serviços chinês medido pela S&P Global com a Caixin Media caiu a 36,2 em abril, atingindo o menor nível desde fevereiro de 2020, fase inicial da pandemia. Com informações da Dow Jones Newswires.