Notícias

Notícias

Celsius congela saques de criptomoedas por ‘condições extermas de mercado’

Por
Agência Brasil

A Celsius Network, empresa que realiza negociações com criptomoedas, está impedindo clientes de retirar depósitos em sua plataforma “para estabilizar a liquidez e as operações enquanto toma medidas para preservar e proteger os ativos”.

A medida é um grande golpe para a empresa com sede em Hoboken, Nova Jersey (EUA), que em meados de maio tinha US$ 11,8 bilhões em depósitos de criptomoedas em sua plataforma.

A empresa recebe depósitos de criptomoedas e paga aos investidores juros de até 18,6% ao ano.

Ao contrário dos bancos, os depósitos não são segurados pelo governo federal, e os reguladores de valores mobiliários federais e estaduais dos EUA perseguiram a empresa por supostamente vender títulos sem fazer os devidos registros e divulgações de risco aos investidores.

Em um “Memorando para a Comunidade Celsius”, a empresa escreveu que os saques estão sendo pausados “devido à condições extremas de mercado” para colocar a empresa em uma posição melhor para honrar seus compromissos mais tarde. A companhia disse que os clientes continuariam a ganhar rendimento mesmo que não consigam retirar suas criptomoedas da plataforma.

A Celsius enfrentou recentemente uma série de desafios. Em maio, o preço de seu token, chamado CEL, despencou, levando a empresa a liquidar muitos clientes que o usaram como garantia.

A empresa também havia perdido criptomoedas recentemente em hackeamentos de protocolos financeiros descentralizados nos quais havia investido.