EmpresasNotícias

Elon Musk vende mais ações da Tesla, desta vez no valor de US$ 687 milhões

1 Minutos de leitura
O CEO da Tesla, Elon Musk, vendeu mais ações da companhia, desta vez no valor de cerca de US$ 687 milhões, de acordo com novos documentos. No começo da semana, o executivo já havia liquidado US$ 4,55 bilhões em papéis da empresa.

Segundo as informações publicadas nesta sexta-feira, Musk vendeu 639.737 ações na quinta-feira, 11. Os papéis foram vendidos a preços que variam de cerca de U$ 1.056,03 a US$ 1.104,15.

No fim de semana, o empresário abriu uma enquete no Twitter para decidir se venderia ou não 10% de suas ações da companhia de veículos elétricos. A maioria dos usuários que votaram apoiaram a iniciativa. Até então, Musk possuía cerca de 170 milhões de papéis da Tesla.

Para cumprir a promessa feita na rede social, Musk provavelmente precisaria vender pelo menos 12 milhões de ações adicionais, após as operações realizadas nesta quinta-feira. O número exato depende de como ele define sua participação acionária.

A Tesla não respondeu a um pedido de comentário.

Musk continua sendo de longe o maior investidor da Tesla, mesmo depois das vendas de ações que foram divulgadas em documentos regulatórios. As ações da montadora despencaram após a enquete de Musk no Twitter e acumularam cerca de 13% de perdas até esta quinta-feira.

Apesar disso, os papéis da Tesla estão sendo negociadas perto de recordes, com a empresa avaliada em mais de US$ 1 trilhão.

Musk, que exerceu pouco mais de 2 milhões de opções de ações nesta segunda-feira, 8, enfrenta um prazo de agosto de 2022 para exercer mais de 20 milhões de opções adicionais ou deixá-las expirar sem valor.

As vendas adicionais de ações podem contribuir muito para o pagamento de uma enorme fatura de impostos que Musk poderia dever ao exercer essas opções adquiridas. A diferença entre o valor das ações da Tesla quando ele exerce suas opções e o preço de exercício de US$ 6,24 será o lucro tributável.