Notícias

Notícias

Juros: taxas futuras ficam estáveis após dado da indústria e com leilões no radar

Por
Agência Brasil

Os juros futuros operam praticamente estáveis em toda a curva a termo na manhã desta terça-feira, 3, com o mercado monitorando o leilão extra de swap cambial do Banco Central, que já começou, e antes do leilão de NTN-B e LFT (11h) do Tesouro. O movimento na curva sugere que o resultado da produção industrial de março, divulgado mais cedo pelo IBGE, fica em segundo plano.

Às 9h25 desta terça-feira, a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 marcava 11,99%, de 11,98% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2025 subia a 12,19%, de 12,16%, e o para janeiro de 2024 ia para 12,72%, de 12,68% na véspera. O vencimento para janeiro de 2023 exibia taxa 13,105%, de 13,089% no ajuste de segunda-feira (2).