Análise & Opinião

O que não te contaram sobre Previdência Privada?

2 Minutos de leitura

Por Cássio Landes – Head de Previdência Privada da Valor Capital

Podemos dizer que a Previdência Privada virou uma chave que se distancia cada vez mais de uma Previdência tradicional. Claro, obviamente ela serve como um instrumento para aposentadoria. No entanto, se colocarmos na balança os benefícios fiscais, sucessórios e de alocação de investimentos, a Previdência Privada provavelmente enquadra-se como uma prateleira de investimentos, o que não havia até a pouco tempo.

Isso posto, o que não te contaram sobre a Previdência é que ela também é provavelmente o veículo mais racional para acumulação de dinheiro no longo prazo. Sim. Cabe a você decidir se vai usar essa acumulação como aposentadoria ou não. Mas é justamente neste ponto que consiste a liberdade de escolha ofertada. Trata-se de uma diferença positiva do modelo atual em relação ao regime de aposentadoria pública.

Ainda o que não te contaram sobre a Previdência Privada

O que também não te contaram sobre Previdência é que a era dos fundos ruins ficou para trás. A era dos fundos caros também, apesar de muitas instituições insistirem em repassar aos seus clientes, principalmente aqueles sem muito acesso ao conhecimento disposto em vários veículos de análise de fundos, produtos como fundo de Renda Fixa que cobram mais de 2% de taxa de administração ao ano.

Ou ainda, fundos de gestão passiva que basicamente investem em títulos públicos cobrando taxas bem acima do ético.

A verdade é que existem várias coisas que não te contaram sobre Previdência. Mais um exemplo: você pode investir em ações através de um Fundo de Ações, com um imposto menor no longo prazo quando comparado a investir diretamente neste tipo de ativo. O Imposto de Renda da Previdência é de 10% depois de 10 anos, contra 15% do ativo direto.

Se não te contaram isso, provavelmente não contaram também que você pode mudar o gestor do seu fundo sem ter nenhum tipo de custo transacional. Isso permite que você possa acompanhar as mudanças econômicas de acordo com a sua vontade.

Falo em gestor e fundo, no singular, pois nos últimos 15 anos essa foi a prática mais comum dentre aqueles investidores que possuem Fundos de Previdência.

Por que quando falamos em Previdência não consideramos várias premissas do mercado de investimentos tradicionais?

Outra pergunta para refletir: diversificação por gestores, não colocar todos os ovos na mesma cesta, alocação em ativos internacionais, volatilidade no longo prazo costumam fazer mais sentido que a Renda Fixa?

Este último, por curiosidade, é o mais ausente no mercado de Previdência dado que 86% dos investimentos em Previdência, segundo a SUSEP (Superintendência de Seguros Privados), ainda está alocado em Fundos de Renda Fixa, principalmente aqueles em que a gestão é passiva e, desde sua abertura, não tiveram rentabilidade superior a 100% do CDI.

Se minha Previdência não bate o benchmarking mais tradicional da Renda Fixa, como ela irá me proteger da inflação e, por consequência, meu poder de compra?

Tem várias coisas que não te contaram sobre Previdência e outras tantas que vão continuar sem te contar.

Creio que a mais importante delas é que se você não tratar a Previdência como um investimento de fato, muito provavelmente ela vai ser menos, em reais, do que você precisará no futuro ou ainda menos do que poderia ser.

Previdência Privada

Cássio Landes – Head de Previdência Privada da Valor Capital

E-mail: [email protected]

Posts relacionados
Análise & Opinião

Uma menina em Wall Street

2 Minutos de leitura
Por Thiago Goulart Com as mãos na cintura e a cabeça erguida, uma pequena garota se posta desafiadora em frente ao Touro…
Análise & OpiniãoEducação FinanceiraSeguros e Previdência

Planejamento patrimonial para aposentados e famílias maduras

1 Minutos de leitura
O que acontece quando os filhos crescem e não dependem mais dos pais? O planejamento patrimonial para famílias maduras e aposentados pode…
Análise & OpiniãoEducação FinanceiraSeguros e Previdência

Planejamento financeiro na ponta do lápis

2 Minutos de leitura
“Corro o lápis em torno da mão e me dou uma luva E se faço chover, com dois riscos tenho um guarda-chuva.”…