Aprenda a InvestirAnálise & Opinião

Sim, comprar dá prazer. Como lidar com isso e se preparar para as compras de Natal?

5 Minutos de leitura
Sim comprar da prazer. Como lidar com isso e se preparar para as compras de Natal Sim, comprar dá prazer. Como lidar com isso e se preparar para as compras de Natal?

O fim de ano é marcado por gastos específicos — como as compras de Natal. Apesar da felicidade das confraternizações nessa época do ano, os custos podem levar você ao desequilíbrio financeiro. Por isso, é preciso saber como lidar com as festividades de forma controlada.

Nesse ponto, é importante entender que toda a dinâmica de dezembro é um convite aos gastos exagerados. Afinal, é prazeroso comprar — e as marcas e lojas sabem como incentivar você a fazer isso, especialmente no Natal. Mas é possível se preparar melhor.

Quer descobrir como economizar nas compras de Natal e conseguir passar pelo período de maneira tranquila? Confira mais informações e dicas que você precisa acompanhar!

Você vai ver nesse artigo:

Por que sentimos prazer ao comprar?

Como fazer compras no natal sem comprometer o orçamento?

Invista no seu autoconhecimento
Faça um planejamento financeiro
Considere compras mais econômicas
Evite compras de última hora
Pesquise com cautela
Tenha cuidado com o cartão de crédito

christmas g4621212f0 1280 Sim, comprar dá prazer. Como lidar com isso e se preparar para as compras de Natal?

Por que sentimos prazer ao comprar?

Em primeiro lugar, é preciso reconhecer que comprar gera prazer. Isso porque a dinâmica envolve novidade e libera uma substância chamada dopamina no nosso cérebro. Esse neurotransmissor regula as emoções e causa sensações de bem-estar.

Não é à toa que metade dos brasileiros entrevistados em uma pesquisa afirma ter esse sentimento pós-compras. Entre as experiências positivas que esse momento proporciona, os destaques ficam para o relaxamento, melhora do humor e satisfação pessoal.

Além da questão biológica, isso também é explicado por razões sociais. Ou seja, as compras podem ser associadas a uma necessidade de validação e pertencimento. Muitas pessoas ficam felizes em presentear entes queridos. E isso não é ruim. Contudo, a experiência pode ser vivida com mais equilíbrio.

Como fazer compras no natal sem comprometer o orçamento?

Como você viu, há diversos motivos para ter prazer ao consumir, principalmente no Natal. Afinal, essa data envolve muitas tradições e um clima propício para mais gastos. É comum ter custos com presentes, itens decorativos, confraternizações etc.

Com a data se aproximando, que tal aprender a equilibrar o prazer do consumo com a saúde financeira? Confira as dicas a seguir!

Invista no seu autoconhecimento

O autoconhecimento ajuda a identificar as razões por trás da compra. Assim, você consegue entender melhor quando um desejo ocorre e quais são as possíveis consequências dele. Com isso, fica mais fácil tomar boas decisões.

Pensar sobre si mesmo contribui para evitar o consumo como meio de compensação por possíveis problemas, por exemplo. Se você nota que faz mais compras quando está triste ou ansioso, é importante buscar outras formas de aliviar o sentimento.

Além disso, o autoconhecimento permite avaliar com mais atenção quais são os seus interesses e como você pode realizá-los. É o caso de refletir sobre quais pessoas você realmente deseja presentear e de quais confraternizações quer mesmo participar.

Faça um planejamento financeiro

O planejamento financeiro é fundamental para organizar as compras de Natal. Depois de se conhecer mais e entender melhor seus desejos e impulsos, é possível se organizar para atendê-los com o orçamento disponível.

O primeiro passo para isso é conhecer suas possibilidades financeiras. Registre sua renda de final de ano e os gastos que já são presentes no seu orçamento. Assim, você pode saber qual valor está disponível para compras de fim de ano.

A partir dessa avaliação, faça uma lista com objetivos bem definidos e delimite o quanto pode gastar em cada um deles. Além de contribuir com o foco, isso ajuda a prever os gastos totais. Assim, você tem mais racionalidade ao refletir se vale a pena acrescentar ou remover itens na sua lista de Natal.

Considere compras mais econômicas

Ao construir o planejamento financeiro você pode perceber que o orçamento está mais limitado do que o desejado. É possível também que você identifique que há mais dinheiro disponível, mas gostaria de ser mais econômico e poupar parte do montante.

Então vale a pena ver como reduzido os gastos com as compras de Natal. Afinal, muito do afeto dessa época não precisa ser expresso apenas financeiramente, certo? Bons presentes não são necessariamente os mais caros.

Sendo assim, considere aquisições mais econômicas. Por exemplo, existem opções criativas de presentes que podem ser considerados. É possível produzir alguns deles ou fazer compras em locais alternativos, como brechós.

Evite compras de última hora

Outra recomendação pra não extrapolar as suas condições econômicas é evitar compras de última hora. Elas aumentam as chances de perder bons preços e de precisar pagar mais caro. Ademais, com a adrenalina e a pressa acaba sendo mais fácil fazer aquisições por impulso.

A falta de antecipação também dificulta uma escolha cautelosa. Isso porque existe uma maior pressão para que a decisão seja tomada rapidamente. Logo, você pode ser levado a gastar mais dinheiro, sem perceber ou querer.

Considere, ainda, que se você optar por compras na internet, é especialmente importante ter atenção com os prazos de entrega. Caso contrário, os presentes podem chegar depois do previsto e frustrar seus planos — ou levar a mais compras.

Pesquise com cautela

As pesquisas de preço são bastante recomendadas para evitar imprevistos. Por exemplo, não encontrar itens no tamanho e na quantidade necessária. Quadros como esses influenciam na compra de última hora — que pode sair do planejamento financeiro.

Outra razão que justifica a importância da pesquisa antecipada é o encontro dos melhores preços. Muitas vezes, é possível achar o mesmo item por um valor menor em outro estabelecimento. Inclusive, existem aplicativos que realizam a comparação de preços na internet.

Quanto a isso, é importante que você saiba equilibrar o custo/benefício, caso encontre lojas mais baratas. Isto é, além do preço, considere as avaliações dos clientes e a idoneidade dos vendedores. Tudo isso evita frustrações e dores de cabeça nas suas compras de Natal.

Tenha cuidado com o cartão de crédito

Por fim, lembre-se de se manter no orçamento e não considerar o cartão de crédito como uma renda extra. Muitas pessoas se perdem no consumo por contar com o limite do cartão, sem pensar em como a fatura será quitada.

Desse modo, o risco de não conseguir guardar dinheiro ou até acumular dívidas é maior. Além disso, há o problema das taxas de juros, que aumentam o valor a ser pago em caso de inadimplência. Por isso, prefira fazer o pagamento à vista. Se for usar o cartão, acompanhe a fatura com atenção.

Conseguiu entender como fazer as compras de Natal com mais consciência financeira? Não deixe de colocar essas dicas em prática para economizar nessa época. Assim, as suas festas natalinas podem ser aproveitadas com mais tranquilidade!

O nosso post foi útil para a sua vida financeira? Aproveite a visita para conferir também como se planejar para viajar o mundo mesmo com orçamento mais limitado!

105 posts

Sobre o autor
Thiago Goulart é o Editor da Vai Investir e do podcast Valor de Mercado. Adora praticar tênis, ler, escutar música e estar na presença de amigos e família. Graduado em Letras pela UFES e em Jornalismo pela PUC-SP, está se tornando também especialista em finanças com o MBA no tema pela PUC- RS. Com uma longa carreira em sala de aula, desenvolveu a habilidade e sensibilidade para conectar pessoas a conhecimentos. Hoje, aplica essa experiência de maneira mais específica para o mercado financeiro, por quase 3 anos sendo o principal responsável pelo desenvolvimento e curadoria de conteúdo para a Valor Investimentos e Vai Investir.
Artigos
Posts relacionados
Análise & Opinião

Como se planejar para o Lollapalooza 2022

3 Minutos de leitura
Análise & OpiniãoRenda Fixa

Renda complementar com aplicações em renda fixa

1 Minutos de leitura
Aprenda a InvestirRenda Variável

Metaverso: o que é e como investir?

4 Minutos de leitura
×
NotíciasAnálise & Opinião

5 aplicativos para organizar seu dinheiro