Notícias

Notícias

Taxas futuras futuros renovam máximas após criação de emprego dos EUA mais forte

Por
Agência Brasil

Os juros futuros começaram a sessão com alta moderada na manhã desta sexta-feira, mas renovaram máximas em toda a curva minutos atrás após o relatório de emprego dos Estados Unidos, o payroll, ter mostrado em abril criação de 390 mil vagas, acima da previsão de 328 mil. O dólar e juros dos Treasuries longos também se fortaleceram.

Há pouco, no entanto, os longos estavam no nível de antes do indicador norte-americano, mas os demais seguiam mais altos.

Já a produção industrial brasileira de abril veio dentro do esperado e teve efeito moderado na curva.

Às 9h39 a taxa do contrato de depósito interfinanceiro para janeiro de 2027 subia a 12,40%, de 12,35% no ajuste de ontem.

O DI para janeiro de 2025 subia para 12,52%, de 12,45%, e o para janeiro de 2024 ia para 13,11%, de 13,04% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2023 marcava máxima de 13,470%, de 13,440%.