Notícias

Notícias

Taxas longas de juros recuam com dólar e demais têm viés de alta com petróleo

Por
Agência Brasil

Os juros futuros operam sem direção única na manhã desta terça-feira, 14, com os curtos e médios em leve alta em meio ao avanço de mais de 1% do petróleo, que segue acima de US$ 120 o barril, o que eleva a expectativa de que possa haver em breve reajuste de combustíveis no Brasil. Já os longos operam com viés de baixa, em sintonia com dólar e recuo dos juros dos Treasuries.

O dado mais fraco de volume de serviços em abril fica em segundo plano.

Às 9h36, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2023 estava em 13,565%, de 13,551% no ajuste de ontem.

O DI para janeiro de 2024 ia para 13,32%, de 13,29% no ajuste de ontem e o para janeiro de 2025 exibia 12,77%, de 12,74%. Já o vencimento para janeiro de 2027 marcava 12,72%, de 12,74%. O dólar à vista cedia 0,49%, a R$ 5,0902