EmpresasNotícias

Banrisul tem lucro líquido ajustado de R$ 171,5 mi no 3º trimestre, alta de 45,6%

2 Minutos de leitura

O Banrisul fechou o terceiro trimestre com lucro líquido ajustado de R$171,5 milhões, representando um aumento de 45,6% frente ao resultado do terceiro trimestre de 2020 e uma redução de 39,2% em relação ao segundo trimestre.

O banco explica que a queda no resultado ajustado no comparativo trimestral reflete maior fluxo de despesas de provisão para perdas de crédito, redução da margem financeira, crescimento das receitas de prestação de serviços e tarifas bancárias, aumento das despesas administrativas, elevação de outras despesas ajustadas líquidas de outras receitas e consequente menor volume de tributos sobre o lucro.

O lucro líquido não ajustado foi de R$ 156,6 milhões, 33% acima do terceiro trimestre de 2020 e 41% abaixo do segundo trimestre.

A margem financeira no terceiro trimestre R$1,215 bilhão, com redução de 2,7% em relação ao segundo trimestre, refletindo, de acordo com release de resultado maior crescimento de despesas com juros frente ao aumento das receitas com juros, em um contexto que associa elevação da Taxa Selic, variação cambial e aumento do volume de operações de crédito. Frente ao terceiro trimestre de 2020, houve queda de 1,93% na margem.

As despesas com provisão contra devedores duvidosos (PDD) totalizaram R$ 284,5 milhões no terceiro trimestre, com aumento de 30,6% na comparação com o segundo trimestre, por conta da rolagem da carteira por níveis de rating, o crescimento das operações de crédito em atraso e o maior volume de recuperação de créditos baixados para prejuízo integralmente provisionados. Dessa forma, as provisões para devedores duvidosos somavam R$ 2,7 bilhões em setembro, 4,3% abaixo de setembro do ano passado e 0,4% acima de junho. Em relação ao terceiro trimestre do ano passado, as despesas com PDD caíram 10,9%.

A carteira de crédito total estava em R$ 38,7 bilhões ao final de setembro, implicando um crescimento de 6,7% em relação a setembro de 2020 e alta de 5,6% na comparação com junho.

Os créditos em atraso acima de 90 dias estavam em R$ 854,1 milhões, 20,9% abaixo de setembro do ano passado e 4,7% acima de junho. O índice de inadimplência acima de 90 dias caiu para 2,21% no terceiro trimestre em relação ao mesmo trimestre do ano passado (2,98%) e em relação ao segundo trimestre (2,23%).

As receitas com intermediação financeira caíram 15,5% em relação ao terceiro trimestre do ano passado para R$ 2,44 bilhões.

Os ativos totais do Banrisul somavam R$ 101,6 bilhões ao final de setembro, 12,7% acima de setembro de 2020 e 3,7% maior do que em junho. O patrimônio liquido do banco se encontrava em R$ 8,7 bilhões, 4,7% acima de setembro do ano passado e 1,1% acima de junho. O índice de basileia caiu para 14,5% no fechamento do terceiro trimestre, de 16,2% no terceiro trimestre de 2020 e de 14,8% no segundo trimestre.