EconomiaNotícias

Biden atribui gasolina mais cara à recusa da Opep+ em elevar produção de petróleo

1 Minutos de leitura
Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden disse nesta terça-feira, 2, que a alta nos preços da gasolina no país se dá, até o momento, como consequência da recusa da Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep) e da Rússia em produzir mais petróleo.

Em coletiva à imprensa em Glasgow, na Escócia, o líder americano afirmou que a covid-19 e os gargalos de oferta são desafios atuais e principal razão para elevação geral de preços, mas que ainda assim, a economia americana está crescendo.

Em meio à Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP-26), o presidente disse que investir em energia limpa é uma oportunidade única para criar empregos.