FinançasNotícias

Bolsas da Ásia fecham sem sinal único, mas com Tóquio e Xangai em alta

1 Minutos de leitura
Os mercados acionários da Ásia não tiveram direção única, nesta sexta-feira, 19. Entre as principais bolsas, Tóquio e Xangai exibiram ganhos. Hong Kong, por outro lado, teve recuo de mais de 1%.

No Japão, o índice Nikkei subiu 0,50%, a 29.745,87 pontos. A fraqueza do iene ajudou ações de exportadoras em Tóquio, enquanto notícias sobre eventuais estímulos econômicos no país ajudaram o quadro, com o governo preparando um pacote fiscal – confirmado após o fechamento dos mercados. Entre os destaques nas ações, Aisin subiu 6,1% e Tokyo Electron, 3,6%.

Nos mercados chineses, a Bolsa de Xangai fechou em alta de 1,13%, em 3.560,37 pontos, e a de Shenzhen, de menor abrangência, subiu 1,20%, a 2.605,92 pontos. Incorporadoras da China tiveram desempenho positivo, ainda com a percepção de que Pequim deve relaxar as condições de crédito.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng terminou em baixa de 1,07%, em 25.049,97 pontos. Entre papéis negociados nessa praça, Cathay Pacific Airways caiu 1,11% e Bank of East Asia, 0,82%.

Na Coreia do Sul, o índice Kospi fechou em alta de 0,80%, em 2.971,02 pontos, na Bolsa de Seul. A praça sul-coreana interrompeu assim uma sequência de três dias consecutivos de baixas. LG Electronics subiu 9,0%, após a notícia de que a Apple acelera planos por um veículo autônomo movido a bateria, com a aposta de investidores de que a LG pode se beneficiar fornecendo componentes para esse projeto.

Em Taiwan, o índice Taiex registrou baixa de 0,13%, em 17.818,31 pontos.

Oceania

Na Oceania, o índice S&P/ASX 200 fechou em alta de 0,23%, em 7.396,50 pontos. Ações ligadas a commodities puxaram o movimento para cima, com Rio Tinto e BHP subindo 0,83% e 1,14%, respectivamente.

* Com informações da Dow Jones Newswires