FinançasNotícias

Bolsas de NY fecham mistas, mas Apple ajuda Nasdaq e S&P 500 a renovarem recordes

1 Minutos de leitura

As bolsas de Nova York fecharam sem direção única nesta quinta-feira, 18, enquanto investidores equilibram o otimismo com dados positivos da economia dos Estados Unidos com preocupações devido à escalada da inflação no país. Uma notícia de que a Apple avança no desenvolvimento de carro elétrico impulsionou o papel da empresa, o que contribuiu para que Nasdaq e S&P 500 encerrassem com recordes.

No fechamento, o Dow Jones cedeu 0,17%, a 35.870,95 pontos. O S&P 500 avançou 0,34%, a 4.704,54 pontos. O Nasdaq ganhou 0,45%, a 15.993,71 pontos. Os dois últimos fecharam nas máximas históricas.

“Os mercados estão tentando entender a inflação e talvez parte disso seja o quão temporária a situação será”, explicou o chefe de investimentos em ações da Homestead Funds, Jim Polk.

Entre os destaques, a ação da Apple se elevou 2,85%, após a Bloomberg informar que a empresa de tecnologia está acelerando o desenvolvimento de seu carro elétrico.

Já o papel da Macy’s disparou 21,17%, depois que a varejista revelou que teve lucro líquido de US$ 239 milhões no terceiro trimestre, revertendo o prejuízo amargado em igual período de 2020.

A Nvidia saltou 8,25%, após a companhia informar que teve recorde de receita nos três meses encerrados em setembro. Por outro lado, Intel perdeu 1,09%, em meio à notícia de que os planos da empresa para expandir suas operações na China foram prejudicados após a suspensão de uma proposta de aquisição de uma fábrica abandonada da Global Foundries.

Pela manhã, o Departamento de Trabalho dos EUA informou que o número de pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos teve redução de 1 mil na semana encerrada em 13 de novembro, a 268 mil.

*Com informações da Dow JOnes Newswires