EconomiaNotícias

Citi capta US$ 1 bi para projetos sociais em mercados emergentes

1 Minutos de leitura
O Citi emitiu US$ 1 bilhão em títulos de dívida no exterior (bonds) sustentáveis, com compromissos sociais. Os recursos de seu primeiro “social finance bond”, como está sendo chamado pela instituição global, vão ser direcionados para apoiar empreendimentos com foco social em mercados emergentes em todo o mundo. A intenção é financiar projetos que ampliem o acesso a serviços financeiros, moradia acessível, infraestrutura básica, saúde e educação em comunidades carentes e desbancarizadas em mercados emergentes.

Segundo o banco, a oferta dará suporte para o compromisso de US$ 1 trilhão do Citi com finanças sustentáveis, anunciado no início deste ano, que inclui US$ 500 bilhões para finanças sociais e US$ 500 bilhões para finanças ambientais, até 2030, alinhado com a agenda dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

Como parte da meta de alcançar US$ 500 bilhões em financiamentos sociais, o Citi diz ter como objetivo expandir o acesso a serviços essenciais para 15 milhões de famílias, incluindo 10 milhões de mulheres até 2025.

Para acelerar o cumprimento de financiar US$ 500 bilhões em projetos sociais até 2030, o Citi está expandindo o foco de sua equipe global de finanças sociais, a Citi Social Finance, que trabalhará em todos os negócios do Citi em âmbito mundial para desenvolver soluções que permitam ao banco, seus clientes e parceiros expandir a inclusão financeira, acelerar o acesso a serviços básicos, impulsionar a criação de empregos e expandir o desenvolvimento da infraestrutura social.

A oferta de títulos segue ainda o lançamento dos novos Parâmetros para Finanças Sociais do Citi, um dos primeiros guias do mundo focado em inclusão financeira, moradia acessível e acesso a serviços essenciais em mercados emergentes.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.