EmpresasNotícias

Clearsale registra prejuízo de R$ 45,2 mi no 3º trimestre

1 Minutos de leitura
A Clearsale, especializada em soluções antifraude digital, registrou prejuízo líquido de R$ 45,2 milhões no terceiro trimestre de 2021, revertendo lucro líquido de R$ 4,1 milhões no mesmo período do ano passado. Já o lucro líquido ajustado chegou a R$ 7 milhões, alta de 3,9%, considerando o mesmo intervalo.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) ficou negativo em R$ 54 milhões no trimestre, ante Ebitda positivo de R$ 20 milhões entre julho e setembro de 2020. A margem ficou negativa em 46,8%. A companhia explica em release divulgado ao mercado que os resultados são explicados pelos investimentos feitos em readequação da mão de obra operacional, migração de cloud e ampliação de equipes, além das despesas não recorrentes com preparação do IPO.

O Ebitda ajustado ficou em R$ 10,2 milhões, queda de 55,3%, e a margem Ebitda ajustada foi de 8,8%, queda de 15,5 p.p entre os períodos.

Entre julho e setembro, a receita operacional líquida atingiu R$ 116 milhões, crescimento de 23,8% em relação ao mesmo intervalo do ano anterior, com destaque para o segmento onboarding que registrou alta de 63% em seus resultados. Segundo a companhia, “no onboarding o crescimento acelerado foi devido tanto ao cross-sell e up-sell na nossa base de clientes, como também às oportunidades de explorar novos clientes”.

No total, a Clearsale chegou a pouco mais de 5 mil clientes em setembro de 2021, com o incremento de 1.229 clientes, crescimento de 32,4% no ano.

Ao final de setembro o nível de dívida líquida/caixa líquido da companhia estava negativo em R$ 654 milhões, refletindo os recursos levantados no IPO em julho deste ano.