EconomiaNotícias

Começa leilão da Aneel que licitará 902 km de linhas de transmissão

1 Minutos de leitura
Começou no período da tarde desta sexta-feira, 17, o leilão realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no qual serão licitados cinco lotes de projetos que somam 902 quilômetros de linhas de transmissão e subestações com capacidade de transformação de 750 megavolt-ampères (MVA). O investimento previsto nos empreendimentos totaliza R$ 2,9 bilhões, enquanto a Receita Anual Permitida (RAP) global é de R$ 405 milhões, valor que deve diminuir com a disputa.

A expectativa é que o certame tenha a participação de grandes empresas do setor elétrico, entre elas Isa Cteep, Taesa, Alupar, Engie e Copel, que já sinalizaram interesse em lotes colocados no certame.

Além dessas, EDP, MEZ Energia, Cymi e Energisa, e a indiana Sterlite, também são consideradas potenciais participantes do certame.

Empresas não tradicionais no setor, como construtoras e gestoras de private equities, também tendem a comparecer, especialmente para disputar os lotes de menor porte (2, 3 e 5).

Sistemática

Os proponentes aptos a participar da disputa devem entregar os envelopes com as propostas para o diretor da sessão, contendo a proposta financeira. Vencerá o proponente que apresentar o menor valor de RAP.

De acordo com a Aneel, os lotes serão licitados preferencialmente em ordem numérica, de 1 a 5. Caso a diferença entre a menor proposta e as demais for maior do que 5%, vence que ofereceu a menor RAP.

Se a diferença entre os lances for menor ou igual a 5% ou se houver empate entre as menores ofertas, será aberta etapa a viva-voz, com rodadas de lances obrigatoriamente inferiores aos da menor proposta, com decremento mínimo a ser fixado pelo diretor da sessão.