FinançasNotícias

Expectativa de avanço da PEC leva Ibovespa a máximas a 103 mil pontos

3 Minutos de leitura
Depois de muita instabilidade, o Ibovespa engatou uma série de máximas há instantes, destoando da queda da maioria dos índices futuros de Nova York, diante da expectativa de avanço na PEC dos Precatórios no Senado. O movimento acontece apesar do recuo em torno de 1,5% nas ações da Petrobras, e é puxado pela alta das ações ligadas ao setor de commodities metálicas, após elevação de cerca de 5% do minério na China. Contudo, não se pode descartar volatilidade do índice Bovespa por causa do vencimento de opções sobre ações.

“O investidor está muito preocupado com a volatilidade. No Brasil tem a dúvida se a PEC dos Precatórios avançará ou não. Tanto que desde o início da semana terça, já que segunda foi feriado, abriu em alta, mas fechou em queda”, avalia Lucas Mastromonico, operador de renda variável da B.Side Investimentos, escritório plugado ao BTG Pactual. “E a queda do petróleo impacta as ações da Petrobras, em meio a medidas para conter os preços da commodity, além do avanço de casos de covid Europa e China. Tudo isso deixa o investidor receoso”, completa Mastromonico.

Além disso, acrescenta Rodrigo Crespi, especialista de mercado da Guide Investimentos, papéis de varejistas também avançam, reagindo ao recuo dos juros futuros nesta sexta-feira. Para completar, hoje o secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, disse à CBN, que o governo anunciará medidas de estímulo ao crédito na semana que vem. “Juros recuperando queda após alta beneficiam o varejo. Diria que as ações sobem mais por conta da queda dos juros, e Vale tentando recuperar, e influenciando outras menores mineradoras e siderúrgicas. Também tem notícias relacionadas à PEC, que tem 40 votos a favor e possibilidade de mais 13”, afirma.

Entre senadores governistas, circula uma tabela que aponta apenas 40 votos favoráveis garantidos e outros 13 possíveis – um cenário de indefinição diante da necessidade de apoio de 49 congressistas para a aprovação. Além disso, apesar das incertezas relacionados à PEC dos Precatórios continuarem, a afirmação do líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), sobre o tema, traz esperanças ao investidor. Ele disse que avalia fatiar a PEC para incorporar sugestões de senadores ao texto. A medida poderia ampliar o apoio da proposta na Casa.

“É um movimento claro de repique mais por questões internas, pois lá fora tem aversão a risco por causa da nova onda da pandemia”, diz Crespi.

Os temores sobre o avanço de casos de covid-19 em partes do continente europeu deixam investidores na defensiva lá fora. O aumento assusta, à medida que as economias ainda estão tentando recuperação, e pode atrapalhar a demanda. Para tentar conter a crescente alta de pessoas infectadas pelo coronavírus, a Áustria impôs lockdown, enquanto a Alemanha não descarta seguir o mesmo caminho.

Neste ambiente, podem dar algum ânimo os novos estímulos em algumas partes do globo – EUA e Japão. Além disso, o Banco Central Europeu (BCE) reafirma que não deve conduzir um aperto “prematuro” em sua política em resposta a “choques motivados pela oferta. Dois

No Brasil, “o ambiente segue ruidoso basicamente pela questão fiscal. A tramitação da PEC dos Precatórios no Congresso traz muita incerteza. Do ponto de vista positivo, avança no programa de concessões com o leilão de Portos. O ambiente global é relativamente cauteloso”, avalia o economista-chefe do BV, Roberto Padovani, em comentário matinal enviado a clientes e à imprensa.

Em dia de agenda de indicadores esvaziada, o destaque no Brasil é a palestra que o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, proferirá ao meio-dia. No exterior, dois dirigentes do Federal Reserve falam em eventos, no dia em que deve ocorrer a votação na Câmara dos EUA do pacote fiscal de US$ 2 trilhões proposto pelo presidente Joe Biden.

Às 11h13, o Ibovespa subia 0,79%, aos 103.232,70 pontos, ante máxima diária aos 103.457,14 pontos e mínima aos 102.143,17 pontos. Vale ON subia quase 2% e Petrobras cedia 1,51% (PN) e 1,67% (ON).