EconomiaNotícias

Líder do PP diz que governo deve ter 320 votos no 2º turno da PEC dos Precatórios

1 Minutos de leitura
O líder do PP na Câmara, Cacá Leão (BA), disse hoje que o governo deve ampliar sua margem de votos no segundo turno da PEC dos precatórios, com 320 deputados favoráveis ao texto. “Teremos uma folga maior do que no primeiro turno”, disse à GloboNews.

Na semana passada, o governo aprovou o texto-base da PEC dos precatórios por 312 votos, apenas quatro acima do mínimo de 308 para uma mudança constitucional.

Cacá Leão disse ainda que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de suspender os repasses das emendas de relator, instrumento usado pelo governo para abastecer redutos de aliados por meio do orçamento secreto, revelado pelo Estadão, não deve ter impacto na votação.

“Estamos tocando nossas votações. O intuito dessa noite é aprovar a PEC pra ter o Auxílio Brasil”, disse o líder.

Apesar de negar impacto hoje, o líder admitiu que o Congresso poderá, de forma conjunta, discutir como ampliar a transparência das emendas de relator. Diferentemente das emendas individuais ou de bancada, nas de relator não é possível identificar qual parlamentar “apadrinhou” o envio da verba.

“Fui relator da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) que criou a RP9 (emenda de relator), antes essas discussões ocorriam nas entranhas do governo. O marcador traz transparência. O que temos que discutir é dar ainda mais transparência.

Ninguém está fazendo nada escuso, ninguém está fazendo nada escondido”, afirmou.