FinançasNotícias

Maioria das Bolsas da Ásia fecha em baixa, com cautela por Ômicron

1 Minutos de leitura
placa de dados do grafico do mercado de acoes no monitor de tela para analise de negocios de investimento financas no mercado de bolsa de valores com ticker de numero para cima e pa Maioria das Bolsas da Ásia fecha em baixa, com cautela por Ômicron

As bolsas da Ásia fecharam majoritariamente em baixa nesta segunda-feira, 27, em meio às persistentes incertezas em relação à disseminação da variante Ômicron do coronavírus. Os mercados em Hong Kong e na Austrália ficaram fechados por conta do feriado de Natal, o que reduziu a liquidez na região e da Oceania.

No fim de semana, milhares de voos foram cancelados em todo o mundo devido ao recrudescimento da pandemia. No domingo, o principal conselheiro médico da Casa Branca, Anthony Fauci, alertou para o risco de que a nova cepa do vírus sobrecarregue os hospitais, mesmo que cause casos mais leves da doença.

Em meio a esse cenário, o índice Nikkei, referência em Tóquio, encerrou a sessão em queda de 0,37%, a 28.676,46 pontos. Segundo a emissora NHK, o Japão já registra transmissão comunitária da Ômicron, isto é, registros da variante que não têm relação com pessoas que viajaram a outros países. Isso significa que a cepa circula no país.

Na Coreia do Sul, o Kospi baixou 0,43%, a 2.999,55 pontos, na Bolsa de Seul. A ação da aérea Korean Airlines cedeu 1,37%, depois que o governo de Hong Kong ordenou a suspensão de voos vindos de cidades sul-coreanas por duas semanas, para conter a covid-19.

Na China, a bolsa de Xangai recuou 0,06%, a 3.615,97 pontos, mas Shenzhen – de maior abrangência – avançou 0,09%, a 2.494,20 pontos. O Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês) chinês informou que o lucro industrial das empresas do país subiu 9% em novembro ante igual mês de 2020, desacelerando em relação ao salto de 24,6% em outubro.

No sábado, o Banco do Povo da China (PBoC) concluiu reunião trimestral em que se comprometeu a aumentar o apoio à economia real e disse que planeja promover o desenvolvimento “saudável” do mercado imobiliário local, que enfrenta grave crise de liquidez.

Na Bolsa de Taiwan, o índice Taiex se elevou 0,49%, 18.048,94 pontos.