FinançasNotícias

Ouro fecha em alta com dólar fraco, em dia de foco no payroll dos EUA

1 Minutos de leitura
Depois de ter operado em baixa ou perto da estabilidade durante a maior parte da sessão, o ouro fechou em alta nesta sexta-feira, após o dólar se enfraquecer ante os pares. Um recuo nos juros dos Treasuries também impulsionou o metal precioso.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para dezembro subiu 1,30%, a US$ 1.816,8 por onça-troy. Na comparação semanal, houve ganho de 1,84%.

O foco do mercado nesta sexta foi a divulgação do relatório de empregos (payroll) dos Estados Unidos. Em outubro, de acordo com os dados do Departamento do Trabalho americano, o país gerou 531 mil vagas. O resultado veio acima da mediana dos analistas consultados pelo Projeções Broadcast, que era de 400 mil novos postos.

Após a publicação do payroll, o dólar chegou a ganhar força, mas inverteu o sinal e passou a recuar ante os pares no começo da tarde.

Quando a moeda americana está valorizada, as commodities ficam mais caras e menos atrativas para quem negocia com outras divisas. Em cenário oposto, quando o dólar está mais fraco, a atratividade das matérias-primas aumenta.

Outro fator que ajudou o ouro nesta sexta foi a queda nos rendimentos dos Treasuries. Isso porque os títulos da dívida pública americana concorrem com o metal precioso como ativo de segurança. Quando os juros caem, os títulos ficam menos atrativos.