EconomiaNotícias

Política de ‘zero covid’ chinesa pressiona inflação global, diz integrante do BoE

1 Minutos de leitura
Integrante do conselho do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Catherine Mann destacou nesta sexta-feira, 7, durante painel virtual do Council on Foreign Relations, as implicações de políticas nacionais na pandemia para o quadro global. Em sua fala, ela notou que a estratégia de “zero covid-19” da China provoca implicações em nível mundial, diante do papel do país nas cadeias de produção. “A política de zero covid da China influi na inflação global”, disse ela.

Segundo Mann, caso um país como a Austrália ou a Nova Zelândia tenha uma política do tipo, isso não tem grande impacto global. No caso de um país como a China, porém, isso acontece, já que ela é uma “grande fornecedora na cadeia global”.

Outro ponto notado pela dirigente foi o apoio dado por alguns países para sustentar suas economias.

O principal exemplo, no caso, é o dos Estados Unidos, com estímulos fiscais que apoiaram a demanda por bens importados de modo “significativo”, mencionou.