FinançasNotícias

Bailey: agiremos com taxa de juros caso alta inflacionária contamine salários

1 Minutos de leitura
O presidente do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Andrew Bailey, afirmou que a entidade vai agir alterando a chamada taxa bancária – que define o juro básico no Reino Unido – caso perceba que a alta inflação está sendo repassada para os salários dos britânicos.

Durante sessão de perguntas e respostas organizada pelo próprio BOE nesta segunda-feira, 8, Bailey reafirmou a previsão de que a inflação subirá 5% no acumulado de 2022. Ele ressaltou, porém, que no momento as pressões não criadas por uma demanda forte, mas sim em grande parte pelo impacto da reabertura econõmica após a crise da covid-19.

Neste cenário, surgiram gargalos na cadeia produtiva e no mercado de trabalho que colocam pressão sobre os preços, fatores que não pode ser resolvido com o aumento dos juros, esclareceu Bailey. O dirigente, porém, deixou claro que o BoE pretende prevenir que a alta nos preços se torne “generalizada”.