EconomiaNotícias

Biden: desemprego mostra melhora significativa, mas há mais a fazer nessa frente

1 Minutos de leitura

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, destacou a queda na taxa de desemprego em setembro nos Estados Unidos, a 4,8%, embora a geração de vagas no mês passado tenha frustrado a expectativa dos analistas. Durante discurso sobre o assunto, Biden ressaltou a “melhora significativa” da taxa de desemprego e atribuiu a fraqueza de alguns pontos do payroll ao fato de que, quando a pesquisa para o relatório divulgado nesta sexta-feira, foi feita o quadro na pandemia da covid-19 era pior que o atual no país.

Biden disse que “temos mais a fazer” para melhorar o mercado de trabalho, mas ressaltou que tem havido progressos nessa frente.

Ele também destacou que, com acordo bipartidários, agora há um acordo para elevar o teto da dívida, até o começo de dezembro.

“Criamos quase 5 milhões de empregos desde minha posse, há oito meses”, disse Biden.

Em sua fala, ele também voltou a defender sua plataforma econômica, com investimentos em infraestrutura e outras frentes, como na educação, e listou avanços na vacinação contra a covid-19, insistindo que mais pessoas aceitem ser vacinadas. As medidas são atualmente objeto de discussão no Congresso americano.

Ele citou projeções privadas de que os pacotes almejados podem fazer o país crescer mais e gerar empregos, retomando declarações similares feitas em eventos recentes.