EconomiaNotícias

BNDES e Embrapii firmam parceria para investir até R$ 510 mi em inovação

1 Minutos de leitura
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES) firmou parceria com a Embrapii, organização social vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) que fomenta inovação de empresas por meio da parceria com centros de pesquisa, para levantar até R$ 510 milhões em desenvolvimento tecnológico, informou nesta sexta-feira, 12, o diretor de Crédito Produtivo e Socioambiental da instituição de fomento, Bruno Aranha.

A parceria foi anunciada durante a participação do executivo, como mediador, de um evento paralelo à 26.ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP-26), que ocorre em Glasgow (Escócia).

Quatro das sete áreas contempladas pela parceria têm foco na sustentabilidade socioambiental: bioeconomia florestal, biocombustíveis, economia circular e tecnologias estratégicas para o Sistema Único de Saúde (SUS). As outras três áreas são transformação digital, defesa e novos materiais.

A parceria envolve recursos públicos e privados. O BNDES aportará R$ 170 milhões, não reembolsáveis (ou seja, não são empréstimos), oriundos do BNDES Funtec – Fundo Tecnológico.

Como o modelo operacional da Embrapii exige o cofinanciamento das empresas que usarão as tecnologias desenvolvidas e participação econômica de instituições de ciência e tecnologia (ICTs), os recursos poderão chegar a R$ 510 milhões, segundo o BNDES.

Além das quatro áreas com foco na sustentabilidade socioambiental, projetos de empresas sediadas na Região Norte ou sejam executados na Amazônia, terão condições diferenciadas de apoio.

“A parceria gera alavancagem de recursos, alavancagem operacional, com a capilaridade das unidades da Embrapii”, afirmou Aranha, ao anunciar a parceria no evento em Glasgow, que foi transmitido pela internet.