FinançasNotícias

Maioria das Bolsas da Europa fecha em alta; Londres cai, puxada por AstraZeneca

1 Minutos de leitura
As bolsas da Europa fecharam sem sinal único nesta sexta-feira. A maioria ficou no azul, enquanto Londres recuou, puxada pela queda da AstraZeneca. Os resultados trimestrais da companhia decepcionaram o mercado. Na zona do euro, dado da indústria veio melhor do que o esperado.

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,30%, a 486,75 pontos.

Em Londres, o FTSE 100 caiu 0,49%, a 7.347,91 pontos. Os papéis da AstraZeneca recuaram 6,81% nesta sessão. A empresa informou prejuízo líquido de US$ 1,65 bilhão no terceiro trimestre, tendo revertido o lucro registrado no mesmo período do ano anterior.

“Darktrace também está tendo outro dia de baixa no que tem sido uma semana muito agitada para a empresa de segurança cibernética”, observa Michael Hewsow da CMC Markets.

O analista destaca que os papéis da companhia caíram mais de 35% desde 22 de outubro. Nesta sexta, fecharam em baixa de 4,43%.

Na zona do euro, a produção industrial de setembro recuou 0,2%, uma queda menor do que a prevista pelos analistas.

A Oxford Economica avalia que a escassez de materiais e equipamentos, somada aos gargalos de oferta e custos altos de energia e entrega, representam desafios à produção industrial na região.

Os índices que fecharam no positivo também não tiveram grande impulso. Em Paris, o CAC 40 subiu 0,45%, a 7.091,40 pontos. As ações da Renault (+4,39%), Kering (+2,92%) e Hermes International (+2,60%) tiveram os melhores desempenhos.

Em Frankfurt, o DAX avançou 0,07%, a 16.094,07 pontos. Delivery Hero (+4,63%), Merck (+4,34%) e Continental (+2,96%) estiveram entre os destaques.

Em Milão, o FTSE MIB avançou 0,36%, a 27.732,39 pontos, e em Lisboa, o PSI 20 teve alta de 0,64%, a 5.744,02 pontos.

Já o IBEX 35, de Madri, recuou 0,13%, a 9.080,80 pontos.