FinançasNotícias

Bolsas de NY fecham em alta e renovam recordes após geração de empregos nos EUA

1 Minutos de leitura
As bolsas de Nova York fecharam em alta nesta sexta-feira e renovaram recordes após a divulgação do relatório de empregos (payroll) dos Estados Unidos. Em outubro, o mercado de trabalho americano gerou mais de 500 mil postos, acima do previsto.

O Dow Jones subiu 0,56%, a 36.327,95 pontos, o S&P 500 avançou 0,37%, a 4.697,53 pontos, e o Nasdaq teve alta de 0,20%, a 15.971,59 pontos. Os três nas máximas históricas. Na comparação semanal, os ganhos foram de 1,42%, 2,00% e 3,05%, respectivamente.

De acordo com dados do Departamento do Trabalho americano, 531 mil empregos foram criados no mês passado no país. Também houve revisão para cima nos relatórios de setembro e de agosto.

“Em qualquer medida, esses números são positivos e, com os salários também aumentando, o crescimento do emprego à medida que avançamos para o final do ano deve acelerar”, diz o analista-chefe de mercados da CMC Markets, Michael Hewson.

A ação da Pfizer avançou 10,86%, após o anúncio de que uma pílula desenvolvida pela farmacêutica americana teve eficácia de 89% na redução do risco de internação ou morte de pessoas com casos graves de covid-19. Esse resultado é baseado em um estudo preliminar do antiviral Paxlovid. A Pfizer, em parceria com a alemã BioNTech, já é um dos principais fabricantes globais de vacinas contra o coronavírus.

O otimismo com o possível remédio para a covid beneficiou ações de companhias aéreas, como American Airlines (+5,77%) e Delta Airlines (+8,05%).

Os papéis do Uber e do Airbnb, que divulgaram balanços do terceiro trimestre na quinta-feira após o fechamento, tiveram ganho de 4,24% e 12,98%, respectivamente. “O Uber finalmente parece estar virando a esquina, após retornar um lucro operacional no terceiro trimestre, devido a um desempenho decente de seus negócios de entrega de comida e compartilhamento de caronas”, diz Hewson, da CMC Markets.

No S&P 500, o subíndice do setor se energia liderou os ganhos (+1,42%), em dia de forte alta do preço do barril do petróleo. As ações das petroleiras Chevron e ExxonMobil avançaram 1,08% e 0,95%, respectivamente.