EconomiaNotícias

Comunicações afirma que só Brasil e Chile leiloaram 5G puro na América Latina

1 Minutos de leitura
O Ministério das Comunicações disse neste domingo, 7, que, além do Brasil, o Chile é o único país latino-americano que também fez o leilão de faixas específicas para uso com o 5G “puro”, com a tecnologia 5G Standalone SA. O Chile ainda não conseguiu resolver a implantação, afirma a pasta, com a expectativa de que o Brasil seja, então, o primeiro país da região a ter o 5G puro implantado. Oficialmente, contudo, já existem outros casos de 5G puros na América Latina, como Uruguai, Porto Rico, Suriname e Peru. O ministério foi procurado na quinta-feira da semana passada pelo Broadcast para comentar, mas não respondeu, enviando uma nota somente neste domingo.

Existem vários padrões de oferta do 5G no mundo. O 5G SA só é usado massivamente na China, embora alguns países o apliquem de forma pontual para o agronegócio e a indústria 4.0. Em vários países, operadoras oferecem, comercialmente, o 5G a partir de redes e radiofrequências do 4G (padrão DSS) ou com núcleo de rede 4G e redes de acesso 5G, conhecido como non-standalone (NSA). Nos dois casos, há a avanço na velocidade de conexão, mas não na latência. No Brasil, algumas teles começaram a oferecer o 5G no padrão DSS neste ano e foram acionadas pela Secretaria Nacional do Consumidor a pedido do Ministério das Comunicações – que considera a venda de 5G no padrão DSS uma propaganda enganosa.

“O Brasil será o primeiro país da América Latina a implantar a tecnologia 5G SA. O Chile, único país latino-americano que também fez o leilão de faixas específicas para uso com o 5G puro, ainda não conseguiu resolver a implantação. O Brasil será o primeiro país a ter 5G puro implantado”, diz o texto do Ministério, enviado pela assessoria de comunicação.