EmpresasNotícias

Crescera Capital levanta US$ 175 mi com SPAC para fazer aquisições no Brasil

1 Minutos de leitura
A Crescera Capital, antiga Bozano Investimentos, captou US$ 175 milhões nesta sexta-feira na Nasdaq por meio de uma Companhia com Propósito Especial de Aquisição (SPAC, na sigla em inglês), as chamadas empresas de cheque em branco.

O objetivo da empresa é fazer fusões e aquisições no Brasil, em setores como tecnologia, saúde, educação, varejo e bens de consumo, de acordo com o prospecto.

Há ainda a chance de vender mais 2,625 milhões de unidades do Spac, em até 45 dias, o que elevaria a oferta em US$ 26,2 milhões, chegando a pouco mais de US$ 200 milhões. O Spac da Crescera foi antecipado pela Coluna do Broadcast em abril.

A Crescera fez uma oferta inicial de 17,5 milhões de unidades do Spac a US$ 10,00 cada, em precificação que ocorreu na noite de quinta-feira. As unidades do Spac serão listadas na Nasdaq nesta sexta-feira com o símbolo “Crecu”. Cada unidade

O Spac tem o nome de Crescera Acquisition Corp. O presidente (CEO) da empresa é Felipe Samuel Argalji, enquanto o cargo de diretor financeiro é ocupado por Laura Guaraná, os dois sócios da gestora.

O único coordenador da oferta pública foi o banco suíço UBS.

A Bozano Investimentos virou Crescera em 2019, após o ministro da Economia Paulo Guedes, um de seus sócios criadores, sair da gestora para assumir o Ministério da Economia.