Educação Financeira

Expert 2021 com Larry Fink, Randi Zuckerberg e Chris Gardner

9 Minutos de leitura
BANNER dia 24 01 Expert 2021 com Larry Fink, Randi Zuckerberg e Chris Gardner

A 11ª edição da Expert XP 2021 trouxe no dia 24 de agosto, palestras com os maiores especialistas, empresários e influenciadores no maior evento sobre investimentos do mundo. As palestras foram transmitidas online e totalmente gratuitas.

Entre os destaques estiveram:

. Larry Fink (Presidente e CEO da BlackRock, Inc.) – CEO de uma das maiores gestoras do mundo, a BlackRock, Larry Fink, tem usado o poder do capital para mudar a agenda de investimento para um foco maior em sustentabilidade.

. Randi Zuckerberg (Fundadora e CEO da Zuckerberg Media) – Como a irmã de Mark Zuckerberg saiu do Facebook para transformar sua jornada e colocar mais mulheres de negócios na tecnologia.

. Chris Gardner (CEO da HappYness) – O empreendedor interpretado por Will Smith no filme “À Procura da Felicidade”, trouxe ensinamentos sobre superação e determinação para alcançar seus objetivos.

Além disso, o evento ainda contará com a participação de atletas olímpicos para falar sobre inspiração, carreira e conquistas nas Olimpíadas.

Depois de uma abertura marcada por conteúdos de qualidade, neste primeiro dia preparamos os principais pontos abordados pelos palestrantes destaques acima, por meio de conteúdos resumidos sobre o que aconteceu na Expert 2021.

Se você não conseguiu assistir alguma das palestras, não se preocupe. Abaixo, fizemos uma lista dos principais tópicos abordados pelos palestrantes da Expert.

Quem é Larry Fink (Presidente e CEO da BlackRock, Inc.)?

Capturar 3 Expert 2021 com Larry Fink, Randi Zuckerberg e Chris Gardner

Larry Fink (Presidente e CEO da BlackRock, Inc.)

Uma das maiores gestoras de recursos do mundo é a BlackRock. São mais de US$ 9 trilhões sob gestão no 1T21, um número tão impressionante que equivale a cerca de seis vezes o PIB do Brasil. O personagem por trás da BlackRock é Larry Fink, cofundador da gestora, atual CEO e autor das famosas cartas que são referência para investidores e empresas de todo o mundo.

Além de extremamente respeitado pelo seu trabalho no mercado financeiro, também é um dos principais nomes que defende a incorporação dos fatores ESG (Environmental, Social and Governance) na avaliação de empresas e ativos.

O bilionário, que é um dos pioneiros em investimentos sustentáveis no mundo, esteve na Expert XP 2021 e participou do painel sobre diversificação internacional do portfólio. Confira abaixo a história de um dos mais renomados gestores de investimento.

Larry Fink potencializou a já forte movimentação por investimentos sustentáveis no mundo, em sua carta anual aos investidores em 2020. As cartas anuais da BlackRock são tão aguardadas pelo mercado quanto as reuniões da Berkshire Hathaway.

E no ano em questão, Fink abordou como tema central a incorporação de termos ESG nos investimentos. O gestor defende que essa movimentação seria importantíssima para a definição de um olhar mais sustentável e focado no longo prazo para os investimentos.

Larry Fink foi palestrante da Expert XP de 2020 e falou sobre sua opinião e mudança em foco nos investimentos ESG.

A gestora tem mostrado uma posição ativa na agenda de investimentos ESG. Em maio de 2021, BlackRock junto com investidores, se envolveu em um conflito com a petroleira Exxon Mobil. A BlackRock colocou membros no conselho de administração da companhia para forçar uma mudança para garantir a construção de planos para um lidar com mundo de carbono zero e fazer com que a companhia tenha postura mais ativa. O head de estratégia corporativa e internacional da BlackRock, Mark Wiedman, comentou esse evento na XP International Week.

Fato é que a BlackRock tem um peso relevante no mercado de investimentos e tem poder para mudar essa agenda. A gestora tem 16.000 funcionários, está presente em 38 países e é líder na gestão de ETFs (Exchange Traded Fund – ETF), que são fundos de índices cujas quotas são negociadas em bolsa.

Larry Fink na Expert

Diante do avanço das mudanças climáticas no mundo e da maior exigência de investidores ávidos por estratégias mais sustentáveis, empresas tiveram que se adaptar e aquelas que ainda não mudaram devem ficar para trás.

Na avalição de Larry Fink, o mercado começou a considerar a sustentabilidade como um grande fator de risco ao investir e a questão, diz, vai “mudar o capitalismo e mostrar quem são os vencedores e os perdedores à medida em que o capital for atrás de estratégias mais sustentáveis”.

Fink disse que as companhias que estão se movendo de forma mais rápida e que podem ser incluídas em portfólios mais sustentáveis estão vendo o capital chegar até elas.

“A Covid e o risco de perder a vida ajudaram a fortalecer a visão das pessoas sobre o risco climático e como ele é muito importante para a ‘saúde da Terra’. Nessa pandemia, vimos mais e mais capital indo para estratégias mais sustentáveis, assim como mais investidores questionando como podem investir em novas tecnologias para reduzir o custo adicional da sustentabilidade”, apontou.

A razão para o aumento da procura está ligada a aspectos como a melhora da mensuração do risco climático. Segundo o CEO da BlackRock, agora há modelos em que é possível entender se determinada área tem maior risco de passar por uma enchente e se o investidor deve cobrar um prêmio mais elevado pelo investimento.

Ao ser questionado sobre a alta vista nas bolsas de valores americanas – o índice S&P 500 acumula ganhos da ordem de 20% neste ano e acima de 30%, em 12 meses – e se haveria espaço para mais apreciação, Fink deu uma resposta afirmativa.

A justificativa está no fato de que o Federal Reserve, o banco central americano, vai continuar a investir para manter a economia americana funcionando, ainda que comece a reduzir o programa de estímulos, conhecido como tapering, neste ano.

Outro motivo para seguir otimista com o mercado de ações americano é que Fink acredita que os bancos centrais vão continuar com políticas mais acomodatícias, em termos de juros, o que também favorece a procura por ativos de risco. “Acredito que ainda teremos mais alguns anos com os mercados de risco, como os de ações, com maior força”.

Leia também | Assessoria de investimentos: conheça a Valor Investimentos

Quem é Randi Zuckerberg (Fundadora e CEO da Zuckerberg Media)?

Capturar Expert 2021 com Larry Fink, Randi Zuckerberg e Chris Gardner

Randi Zuckerberg (Fundadora e CEO da Zuckerberg Media)

Se Mark Zuckerberg, seu irmão dois anos mais novo, para consternação de seus pais, largou o curso para empreender em um certo Facebook (bem menos seguro que uma estabelecida franquia do famoso vendedor de Big Mac, para seu pai, Ed), Randi seguiu foi para Harvard e formou-se em Psicologia, demorando alguns anos para ingressar na recém-aberta companhia do irmão.

Antes de ser CEO da Zuckerberg Media, Randi integrou por dois anos a renomada firma de publicidade Ogilvy & Mather e ainda foi produtora assistente no programa “Forbes on Fox”. No Facebook, foram quase sete anos como porta-voz e executiva na área do Marketing da gigante de tecnologia.

Nesse tempo, desde a primeira reunião, quando sugeriu mudanças no logo para a pequena equipe da empresa até sua saída, Randi construiu um nome para si. Entre seus feitos na rede social está a criação do Facebook Live para realização de streaming de vídeo, atualmente utilizado por mais de 1 bilhão de pessoas.

Buscando os próprios horizontes e seguindo seus valores, a ex-funcionária do Facebook fundou, em 2011, a Zuckerberg Media no Vale do Silício, que atua com produção de branded content, parcerias com canais de televisão e desenvolvimento de produções originais, como a animação infantil “Dot” e seu programa semanal de rádio sobre mundo dos negócios e de tecnologia. Entre seus clientes, estão Cirque du Soleil, BeachMint e Condé Nast.

A iniciativa de Randi, ainda, tem como objetivo investir, orientar e dar mentoria para futuros empreendedores.

Randi Zuckerberg na Expert

Incentivar meninas a mexerem com tecnologia desde cedo é fundamental para que algumas delas resolvam se tornar não apenas empreendedoras e executivas na área, mas líderes que transformarão novas indústrias. Criptoativos, inteligência artificial e aprendizado de máquina são apenas alguns dos exemplos de áreas nas quais as mulheres podem ser protagonistas antes que o gap de gênero se instale.

A análise é de Randi Zuckerberg. Ela falou sobre as transformações do mercado de mídia durante a pandemia e deu ainda mais conselhos para mulheres empreendedores e executivas durante o painel “Mulheres de negócio e a tecnologia sem segredos”.

“Eu não gostava de ser a única mulher nas salas de reunião que frequentei durante dez anos. Como você consegue administrar uma empresa global se todos ao seu redor parecem com você? Então, me dediquei a encorajar mulheres informadas ou experientes a fundarem suas empresas e alcançarem altos cargos em empresas de tecnologia. Mas como eu poderia ser uma porta-voz confiável para o empreendedorismo se eu nunca havia criado meu negócio? Era hora de trilhar meu caminho, e inspirar mulheres a fazer o mesmo.”

Para a empresária e investidora, todos os profissionais devem pensar em como criar conteúdo, como colaborar com outros influenciadores e como testar novos formatos, como vídeos e podcasts. “Até as indústrias tradicionais estão acordando que mídia e tecnologia devem se unir para conteúdo sobreviver. Cinemas antes tinham o luxo de não ter nada a ver com tecnologia, porque o negócio ia bem. Hoje, a situação é diferente.”

Pais e mães devem conectar as crianças com a tecnologia, na visão de empresária e investidora. “Os pais pensam logo em colocar a criança na frente de uma tela. Mas há diversas maneiras de conectar crianças com a tecnologia sem ser por uma tela: projetos maker e de robótica são alguns exemplos.”

Leia também | Assessoria para previdência: veja as vantagens e os motivos de contar com uma ajuda especializada

Quem é Chris Gardner (CEO da HappYness)?

Capturar 2 Expert 2021 com Larry Fink, Randi Zuckerberg e Chris Gardner

Chris Gardner (CEO da HappYness)

Se hoje Chris Gardner preside sua corretora de investimentos, com uma fortuna avaliada na casa dos US$ 70 milhões, boa parte disso se deve a sua pura e simples determinação. O americano nascido no Winsconsin vem de família muito simples e teve poucas oportunidades na infância e adolescência para estudar.

Sua história, contada no filme “À Procura da Felicidade”, passou por muitas dificuldades, de 10 dias na cadeia pelo não pagamento de multas de trânsito, até as noites dormidas em abrigos para sem-teto de San Francisco, na Califórnia, junto de seu filho.

Trabalhando como vendedor de equipamentos médicos, depois de não conseguir ingressar numa carreira na medicina, se interessou pelo mercado financeiro ao conhecer um corretor de valores que estacionava sua Ferrari em uma rua pela qual Chris passava.

Mesmo com todas as dificuldades financeiras, sem ter onde morar ou o que comer, Gardner estudou e conseguiu um estágio na corretora Dean Witter Reynolds. Deste momento em diante, Chris continuaria a se destacar no mercado até em 1987 fundar sua própria corretora, a Gardner Rich – e comprar sua Ferrari.

Chris Gardner na Expert 

Para Chris Gardner, “o papel de um empreendedor é transformar uma visão numa realidade”. O ex-presidente da corretora Gardner & Rich Co. e atual CEO da HappYness, começou falando sobre novos desafios enfrentados em tempos de pandemia e como empreendedores devem se adaptar a esse tipo de situação.

“Nós somos privilegiados por poder trabalhar em casa, sem nos colocar em risco. Mas a realidade geral não é essa, com muitas pessoas precisando sair e enfrentar o vírus para trabalhar”, disse Gardner. Mas olhando para uma perspectiva de retomada, Chris vê um desafio que será colocado para Estados e empresas sobre continuar valorizando esses profissionais, assim como profissionais da saúde.

“O papel de um empreendedor é transformar uma visão numa realidade. E essa tempestade é uma oportunidade para colocar em prática o seu melhor trabalho. Em crises como essa, não podemos controlar muita coisa. Mas é preciso focar onde você pode controlar e no futuro que você quer criar”, acrescentou enfatizando como os empreendedores são essenciais para mudar paradigmas do mercado.

A partir disso o empreendedor também provocou para como nós podemos extrair da crise oportunidades para melhorar fora dela. Com realidades tão difíceis, fomos capazes de nos adaptar e melhorar dentro das limitações apresentadas. “Com mais liberdade e menos limitações, imagine tudo que podemos ser”, pontuou.

Leia também | 3 Motivos para contar com uma assessoria de investimentos!

Importância da assessoria de investimentos

Está cada vez mais visível o protagonismo da assessoria de investimentos como o principal vetor de desenvolvimento do mercado de capitais no Brasil. O modelo de negócios – partnership, por exemplo – é destaque na virada de chave para a tomada de consciência dos investidores, via produtos financeiros com melhores rentabilidades apresentados pelos assessores de investimentos.

A figura do assessor, aliás, tem sido reconhecida como profissional cada vez mais qualificado para atender de forma mais eficiente os diversos perfis de clientes(conservador, moderado ou arrojado). Consequência disso, é o fato dos investidores estarem mais satisfeitos. Outra referência são os reiterados prêmios em renda variável, renda fixa e êxitos no segmento financeiro no conceito Net Promoter Score (NPS).

É neste caminho que a Valor Investimentos tem trilhado seu percurso, acreditando que o B2B seja um dos canais mais importantes para seu plano de crescimento. Ultrapassar a marca dos R$ 6 bilhões sob custódia, além de estreitar o relacionamento com os clientes, gestores e empreendedores tem sido estratégico para a Valor.

Como se inscrever para a Expert 2021?

Caso você já seja cliente da XP, você pode se inscrever pela Expert diretamente pelo site do evento clicando aqui. Simples e fácil! Venha curtir as palestras conosco. Aproveite!

85 posts

Sobre o autor
Thiago Goulart é o Editor da Vai Investir e do podcast Valor de Mercado. Adora praticar tênis, ler, escutar música e estar na presença de amigos e família. Graduado em Letras pela UFES e em Jornalismo pela PUC-SP, está se tornando também especialista em finanças com o MBA no tema pela PUC- RS. Com uma longa carreira em sala de aula, desenvolveu a habilidade e sensibilidade para conectar pessoas a conhecimentos. Hoje, aplica essa experiência de maneira mais específica para o mercado financeiro, por quase 3 anos sendo o principal responsável pelo desenvolvimento e curadoria de conteúdo para a Valor Investimentos e Vai Investir.
Artigos
Posts relacionados
Educação FinanceiraAnálise & Opinião

Você sabe tomar decisão?

5 Minutos de leitura
Uma das características comum à espécie humana é indagar sobre o seu futuro, na tentativa de controlá-lo. No entanto, há um paradoxo…
Educação FinanceiraAnálise & Opinião

O que os esportes radicais têm em comum com os investimentos?

6 Minutos de leitura
A imagem do investidor geralmente está relacionada a uma pessoa de traje social, em uma sala exclusiva no alto de um prédio…
Educação FinanceiraAnálise & Opinião

Dinheiro: quais propósitos te movem?

2 Minutos de leitura
Família, poder, saúde, força, conhecimento, autonomia, riqueza, amizade, trabalho, amor, paz, prestígio. Dessas palavras, escolha apenas três que mais lhe representa. Agora,…
×
Educação Financeira

Expert 2021 XP: Tudo o que você precisa saber