EconomiaNotícias

Fed: indicadores de atividade e emprego se fortaleceram com vacina e apoio monetário

1 Minutos de leitura
Os indicadores de atividade e empregos se fortaleceram nos Estados Unidos desde o fim de setembro, segundo avaliou nesta quarta-feira, 3, o Federal Reserve (Fed) em seu comunicado de política monetária, divulgado hoje. O BC americano aponta o progresso na vacinação contra a covid-19 e o suporte econômico provido como as principais causas da melhora, mas alertou que a trajetória econômica segue dependente da pandemia de coronavírus.

À medida que mais americanos são imunizados e os problemas de oferta na cadeia de suprimentos se resolvem, o crescimento da atividade deve seguir em expansão, segundo o Fed. Até que a retomada esteja completa e as metas de pleno emprego e inflação anual a 2% no longo prazo sejam atingidas, a entidade pretende seguir a prover acomodação financeira e usar “toda a sua gama de ferramentas” para apoiar a economia.

No período avaliado, as condições financeiras seguiram acomodatícias diante do apoio monetário e do fluxo de crédito a domicílios, avaliou o Fed. Os setores mais afetados pela pandemia apresentaram melhora, mas a recuperação foi contida por conta da última onda de casos de covid-19 no verão americano, ressaltou a entidade.