FinançasNotícias

Instável, Ibovespa tenta defender os 104 mil pontos em meio a temores com PEC

3 Minutos de leitura
A instabilidade já parece atingir o Ibovespa. Em seu melhor momento, o índice tocou máxima aos 105.535,21 pontos, mas logo zerou alta e migrou para o terreno negativo, com mínima aos 104.045,01 pontos. Entretanto, sem definir um norte. “No fundo, não entendi a alta na faixa de 1% antes. Nada mudou de ontem para hoje. Além do mais, tem vencimento de opções sobre Ibovespa o que normalmente provoca sobe-e-desce”, diz um operador.

Na avaliação do profissional, enquanto não tiver uma decisão sobre a PEC dos Precatórios, o que pode ajudar a destravar a agenda do governo, o cenário será de instabilidade para o Ibovespa. Hoje, o senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR), reafirmou que o partido poderá votar contra a PEC caso o texto atual seja mantido.

“Os ruídos políticos continuam, mudando o humor do mercado. O grande receio do mercado é de a PEC não ser aprovada, está esperando uma posição do ministro Guedes da Economia, Paulo Guedes sobre se terá ou não reajuste salarial para servidores, como defende o presidente Bolsonaro”, avalia Alison Correia, CEO da Top Gain, startup de análises e educação financeira. Em Nova York, os sinais eram variados, perto da estabilidade.

Do lado positivo, destaque para algumas ações ligadas a commodities metálicas, após elevação de cerca de 1% do minério de ferro, no porto chinês de Qingdao. Vale ON sua 0,84%, após alta superior a 1% mais cedo. Já Petrobras cedia em torno de 0,40% (PN) e na faixa de 0,67% (ON), em dia de recuo do petróleo no exterior. O índice Bovespa começou a semana em queda, de 1,82%, aos 104.403,66 pontos, na terça, após feriado na segunda-feira.

O impasse da PEC dos Precatórios continua pesando nos mercados – depois de ceder mais cedo, por exemplo, o dólar passou a subir, a R$ 5,5122 às 11h24 (alta de 0,23%).

Por causa das incertezas políticas, o Ibovespa tem apresentado um cenário de muita instabilidade, reconhece Fernanda Melo, planejador financeiro CFP pela Planejar. Ela cita por exemplo a afirmação do presidente Jair Bolsonaro, de que pretende elevar os salários dos servidores, caso a PEC dos Precatórios seja aprovada no Senado.

“Além disso, tanto aqui quanto lá fora as economias estão aprendendo a lidar com essa inflação que parecia transitória, mas que parecer ser mais persistente do que o imaginado”, avalia Fernanda.

Enquanto tenta avançar a pauta prometendo elevação salarial a servidores, o deputado federal João Roma (Republicanos-BA) negou, ontem, que o reajuste de salários da categoria esteja em questão, diante da falta de espaço para fazer o aumento. O presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), busca diálogo para conseguir votar o tema até o fim de novembro.

O mercado espera uma decisão a respeito de uma data para votação da PEC dos Precatórios, no Senado, ou se até mesmo o texto terá de voltar para a Câmara dadas as incertezas que o cercam. A expectativa é que o texto sofra alterações na primeira Casa. “Com a eminência de mudanças no projeto, a proposta irá voltar à Câmara para uma nova votação, o que irá atrasar ainda mais os planos do governo”, observa em nota a CM Capital.

Ao mesmo tempo, investidores seguem atentos ao indicadores da economia doméstica, com as taxas de inflação em 12 meses cada vez maiores e, em contrapartida, estimativas menores de crescimento econômico, apontando para recessão em 2022.

Hoje, a Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia divulgou suas novas projeções de indicadores macroeconômicos. A expectativa para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2021 foi reduzida de alta de 5,30% para 5,10% e de 2,50% para 2,10% em 2022. Para o IPCA, as estimativas foram elevadas para 9,70% para este ano e de 4,70% para o seguinte. Contudo, as projeções para PIB estão aquém das mencionadas na pesquisa Focus, de 4,88% e 0,93%, respectivamente. Além do mais, já há instituições que esperam declínio do PIB no próximo ano.

Dado que o mundo todo enfrentou – e ainda enfrenta em certa medida – os efeitos da pandemia de covid-19, o quadro no Brasil parece ser um pouco mais complicado, já que o País não consegue acelerar o crescimento econômico, avalia Fernanda. Entretanto, afirma, a “Bolsa está barata e pode ser uma oportunidade no médio prazo”.

Na seara corporativa, o investidor avalia o balanço da Eletrobras, cujo lucro líquido caiu 65,72% no terceiro trimestre na comparação anual. As ações da empresa, por sua vez, reagem em queda, liderando a lista das oito maiores quedas do Ibovespa, com recuos de 5,62% (ON) e de 5,43% (PNB).

Às 11h26, o Ibovespa subia 0,14%, aos 104.553,22 pontos.