FinançasNotícias

Dólar vira e sobe além de R$ 5,50 com exterior e PEC dos Precatórios no radar

1 Minutos de leitura
O dólar devolveu a queda intradia e subiu à máxima a R$ 5,5062 (+0,12%) no mercado à vista há pouco. O mercado de câmbio ajusta-se à desaceleração das perdas do dólar frente outras divisas emergentes, como peso mexicano, puxada pelo fortalecimento do índice DXY, que compara o dólar ante seis divisas fortes.

O DXY subia 0,05%, a 95,966 pontos.

O ajuste ocorreu após queda inesperada de 0,7% das construções de moradias iniciadas em outubro ante setembro nos Estados Unidos, ante expectativa de alta de 1,6% dos analistas do mercado.

Do lado interno, os agentes de câmbio olham ainda declarações do senador Oriovisto Guimarães, reafirmando que o Podemos vota contra PEC dos precatórios do jeito que está.

Para o senador, o governo não precisa de tanto dinheiro (para Auxílio Brasil), já tem R$ 34,8 bilhões. “Agora, se quiser dar emenda, reajustes, ganhar eleição, aí precisa dessa confusão”, afirmou.

Segundo o senador, a PEC será modificada (no Senado) e voltará à Câmara, não tenho menor dúvida.

Há pouco, o vice-presidente Hamilton Mourão, voltou a dizer que, se houver espaço fiscal, presidente pode conceder algum tipo de aumento (a servidores).