EconomiaNotícias

Itaú: resultado de seguros no trimestre é de R$ 1,499 bi, queda de 8% em um ano

1 Minutos de leitura
As operações de seguros, previdência e capitalização do Itaú Unibanco tiveram resultado líquido de R$ 1,499 bilhão no terceiro trimestre deste ano, queda de 8% em relação ao mesmo período do ano passado, mas alta de 11,5% ante o segundo trimestre de 2021. Pelo critério gerencial, o resultado foi de R$ 547 milhões, queda de 20,5% em base anual.

De acordo com o Itaú, o avanço trimestral se deve ao crescimento dos prêmios

ganhos e das receitas líquidas de capitalização, impulsionados por maiores

vendas, e à constituição de provisão com o teste de adequação de passivos

realizado no segundo trimestre. Ao mesmo tempo, a retenção de sinistros caiu

16,1%, embora, em termos anuais, tenha sido 14,9%.

No segundo trimestre deste ano, os resultados de seguros do Itaú foram

impactados pela segunda onda da pandemia da covid-19, que aumentou a

sinistralidade nos seguros de vida, habitacional, prestamista e de proteção

familiar. O mesmo efeito foi observado em outras seguradoras do País.

Com este impacto, nos nove primeiros meses deste ano, a operação de seguros do

Itaú teve resultado líquido de R$ 4,312 bilhões, queda de 8% em relação ao

mesmo intervalo de 2020. Os sinistros retidos aumentaram 25,4% no período,

para R$ 1,271 bilhão.