EmpresasNotícias

Kora Saúde tem prejuízo líquido de R$ 14 mi no 3ºtrimestre

1 Minutos de leitura
No primeiro balanço financeiro após a abertura de capital (IPO, na sigla em inglês), a Kora Saúde registrou prejuízo de R$ 14,7 milhões no terceiro trimestre de 2021, revertendo lucro de R$ 13,2 milhões ante o mesmo intervalo do ano passado.

O resultado foi impactado pelo aumento das despesas financeiras, em função principalmente da liquidação de parte significativa de contas a pagar por aquisição, informou a empresa, no comunicado que acompanha o desempenho.

Já em relação aos nove meses do ano, encerrados em setembro, a Kora Saúde reportou lucro líquido de R$ 19,8 milhões, queda de 4,09% na comparação com idêntico período de 2019.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) Ajustado no mesmo período foi de R$ 78,4 milhões, alta de 67% em relação ao apurado entre julho e setembro de 2020. A margem Ebitda Ajustada ficou em 24,2%, queda de 6,1 pontos porcentuais (p.p.) na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior.

No terceiro trimestre de 2021, a receita líquida da Kora Saúde cresceu 110% na base anual, e 6% na comparação imediata com o trimestre encerrado em junho deste ano.

Segundo a empresa, no terceiro trimestre de 2021 um importante detrator da margem no período foi a consolidação dos novos hospitais, que pressionam temporariamente as margens operacionais, em função da rentabilidade inferior à operação “mesmos hospitais”.

A Kora Saúde encerrou setembro deste ano com 1.467 leitos, sendo 1.250 operacionais, um crescimento de 91% ante o terceiro trimestre de 2020 e aumento de 15% em relação ao segundo trimestre de 2021, resultado principalmente da consolidação dos Hospitais São Mateus e Gastroclínica, ambos em Fortaleza, no Ceará, ressalta a empresa.