EmpresasNotícias

Máquinas agrícolas: Deere lança trator totalmente autônomo

2 Minutos de leitura
A fabricante de máquinas agrícolas norte-americana Deere & Co. anunciou nesta terça-feira (4) que desenvolveu um trator totalmente autônomo projetado para a agricultura em grande escala e que planeja vender a máquina ainda este ano.

O veículo é uma versão da máquina da série 8R existente da companhia, que tem 410 cavalos de potência. Os usuários do 8R podem atualizá-lo com o sistema de direção autônomo. Apresentada na conferência de tecnologia CES 2022 em Las Vegas (EUA), o equipamento não é o primeiro veículo do tipo autônomo do mundo. Tratores autônomos menores estão sendo usados em fazendas de culturas especiais. A Deere ainda não definiu o preço do veículo.

Inovação

A aplicação da tecnologia em veículos maiores está apenas começando e promete ter grandes avanços, de acordo com o gerente de pesquisa para agricultura mundial da International Data Corp (IDC), Aron Cory. “A mudança dos convencionais para tratores autônomos será comparável à mudança de cavalos para o motor de combustão”, disse.

Os fabricantes de equipamentos agrícolas, incluindo várias startups, como Monarch Tractor e Carbon Autonomous Robotics Systems Inc., vêm trabalhando há anos em tratores sem condutor e outras máquinas autônomas para tarefas como plantio, colheita e remoção de ervas daninhas.

O IDC disse que o setor está pronto para um rápido crescimento nos próximos cinco anos, à medida que a tecnologia de tratores autônomos amadurece, a escassez de mão de obra agrícola persiste e as empresas agrícolas continuam a procurar maneiras de aumentar a produtividade agrícola. Os equipamentos terão um efeito significativo na agricultura, disse Cory. As máquinas devem funcionar 24 horas por dia, permitindo um uso mais eficiente da mão de obra; melhor aplicação de semeadura, fertilizantes e outros insumos; e levar a maiores rendimentos e menor impacto ecológico, garantiu ele.

Em contrapartida, ainda há obstáculos a superar antes que os veículos sejam amplamente adotados. Os fabricantes precisam provar aos agricultores que os dispositivos podem operar com segurança e que não são vulneráveis a ameaças cibernéticas, disse Cory. A Deere, por sua vez, informou que tem uma equipe em tempo integral dedicada a manter a segurança de suas máquinas e dados dos agricultores. Fonte: Dow Jones Newswires.