FinançasNotícias

Ouro fecha em queda, com realização de lucros após ganhos na semana passada

1 Minutos de leitura
O contrato futuro do ouro fechou em queda nesta segunda-feira, 15. A baixa ocorreu devido a um movimento de realização de lucros, segundo analistas, após o metal ter acumulado ganho de 2,85% na semana passada. Além disso, a alta do dólar e dos juros dos Treasuries tiraram atratividade do metal precioso.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para dezembro caiu 0,10%, a US$ 1.866,6 por onça-troy.

O recuo de hoje acontece após sete sessões seguidas com fechamento positivo para o metal precioso. Na última sexta-feira, o metal alcançou seu maior nível desde maio. Nesta sessão, analistas do Commerzbank apontam que investidores efetivaram os ganhos.

“Tem sido uma corrida e tanto para o ouro, que disparou conforme os indicadores de inflação continuaram a subir e se tornaram mais generalizados”, diz o analista Edward Moya, da Oanda.

Na semana passada, por exemplo, o Departamento do Trabalho americano informou que o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) chegou ao maior nível anual desde 1990. Essas preocupações levam investidores a buscar proteção (hedge) no metal precioso, explica Moya.

Amanhã, o mercado deve prestar atenção no dado de vendas de varejo em outubro dos EUA, que será divulgado pela manhã. “O consenso ao menos é que o indicador não representará ainda qualquer efeito dos casos crescentes de coronavírus no país. Um dado positivo poderia significar um novo vento contrário para o ouro”, afirma o economista do banco alemão Daniel Briesemann.