EmpresasNotícias

Via: Maior preço das ações trabalhistas vem de prática de levá-las à instância superior

1 Minutos de leitura
Em vídeo feito para explicar o efeito do aumento de suas provisões para processos trabalhistas, a Via afirma que o aumento de 32% nos valores dessas ações se relaciona a uma prática antiga da companhia de levar os casos até os tribunais de justiça superiores, que gera correção mais alta dos valores. Além disso, a companhia defende que “grande parte dos valores provisionados é de responsabilidade de antigos sócios”.

Em 2022, a empresa estima que, para cada R$ 1 em provisão, consiga recuperar R$ 1 de antigos sócios ou créditos fiscais. De 2023 a 2026, a expectativa é de recuperar R$ 3,50 de ex-sócios e créditos fiscais para cada R$ 1 em provisão.

A empresa esclarece que seus processos haviam sido reduzidos. Hoje a companhia tem 22 mil processos em andamento, mas a cifra já foi de 43 mil. A companhia não especifica quais tipos de acusações lhe são feitas e alega que, no País, há “aliciadores” que se especializaram em convencer funcionários a entrar com processos. A companhia diz ainda que a alta de demissões nos últimos dez anos traz um aumento “natural” de processos.