EmpresasNotícias

Anatel: Com leilão, todas rodovias federais pavimentadas serão atendidas com 4G

2 Minutos de leitura
O resultado final do leilão do 5G vai possibilitar que todas as rodovias federais pavimentadas no Brasil sejam contempladas com a tecnologia 4G ou superior. O processo permitirá o atendimento de mais 35.784 quilômetros, divididos em 2.349 trechos de rodovias. O dado foi divulgado nesta terça-feira, 09, pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que realizou hoje uma sessão para a conclusão da escolha das obrigações assumidas a partir do certame realizado na última semana.

Os compromissos totais foram acrescidos em razão do ágio ofertado pelas empresas em seus lances durante o leilão. O ágio é a diferença entre o preço mínimo do ativo e o que será efetivamente pago pelas companhias vencedoras. No caso do 5G, ele foi de R$ 5 bilhões. Desse montante, R$ 2,6 bilhões foram convertidos em novas obrigações.

Inicialmente, o leilão já previa que 31.417 quilômetros de rodovias passariam a ser atendidos com ao menos o 4G. Com a conversão do ágio, o número saltou para 35.784 quilômetros. “Estamos falando da totalidade das rodovias federais pavimentadas. Traz, portanto, como obrigação o atendimento de todas as rodovias federais pavimentadas no País, totalmente contratadas sua cobertura com tecnologia 4G ou superior”, afirmou o presidente da Comissão Especial de Licitação do 5G na Anatel, Abraão Balbino e Silva.

Nos compromissos adicionais, também foram incluídos o atendimento de 1.700 localidades com 5G e mais 27 municípios com backhaul de fibra óptica, que é a “rede de transporte” de alta capacidade para a internet. Com isso, 530 sedes municipais que ainda não eram atendidas com o backhaul passarão a ter essa infraestrutura.

No total, o resultado do leilão vai possibilitar que todas as sedes municipais sejam atendidas com 5G: 1.174 municípios com mais de 30 mil habitantes com pelo menos três prestadoras e 4.396 municípios com menos de 30 mil habitantes com pelo menos uma prestadora.

Além disso, 391 sedes municipais que hoje não têm o 4G à disposição e 7.430 localidades passaram a ter acesso a essa tecnologia. Os compromissos ainda levam em consideração a injeção de R$ 3,1 bilhões para conectividade das escolas – projeto que ainda será definido quanto a sua implementação.

O saldo dos compromissos assumidos soma R$ 50,2 bilhões, informou Silva. O número é maior que o valor econômico final do leilão, de R$ 47,2 bilhões, por uma questão tributária. Ainda segundo o presidente da Comissão Especial de Licitação do 5G na Anatel, está pré-reservada para o dia 14 de dezembro a cerimônia de assinatura dos termos de autorização do uso das radiofrequências. A data, por sua vez, ainda precisa ser confirmada.