EmpresasNotícias

Brisanet tem prejuízo líquido de R$ 6,6 mi no 3º trimestre

1 Minutos de leitura
No primeiro balanço financeiro após a abertura de capital (IPO, na sigla em inglês), a Brisanet, provedora independente de serviços de internet, registrou prejuízo líquido de R$ 6,6 milhões no terceiro trimestre de 2021, revertendo lucro líquido de R$ 11,2 milhões no mesmo período do ano passado.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) ajustado subiu 42%, passando de R$ 51,2 milhões para R$ 72,6 milhões, ante o terceiro trimestre de 2020. A margem Ebitda ajustado foi de 38%, queda de 4 pontos porcentuais na mesma base de comparação.

Entre julho e setembro, a receita operacional líquida atingiu R$ 190 milhões, crescimento de 56% em relação ao mesmo intervalo do ano anterior. Segundo a Brisanet, o resultado “é fruto da expansão geográfica orgânica da companhia que no terceiro trimestre de 2021 entrou em dez novas cidades”, além do acréscimo de 579 homes passed (HP) no terceiro trimestre e o aumento de 1,5 milhão de HPs na comparação anual.

A companhia destaca que, em outubro, já registrou mais de 221 mil HPs. “Com isso, a infraestrutura de fibra óptica da Brisanet já passa na frente de 4 milhões de residências nordestinas”, diz em comunicado. Além disso, em novembro pretende ampliar sua atuação para mais dois Estados, Maranhão e Bahia, passando a operar em toda a região Nordeste.

A Brisanet foi também, recentemente, vencedora em três lotes regionais de espectro de 3,5 GHz (NE e CO) e 2,3 GHz (NE) no Leilão do 5G da Anatel.