Notícias

Notícias

EnergisaPrev passa a oferecer empréstimos via app

Por
Estadão Conteúdos

A EnergisaPrev, entidade fechada de previdência complementar (EFPC), passou a oferecer por meio do aplicativo desenvolvido pela uFund, possibilidade de contratação digital de empréstimos com juros menores do que os praticados no mercado. Numa tomada de crédito de R$ 5.000,00, por exemplo, a taxa mensal pode chegar a 1,37%, inferior ao crédito mais barato do mercado, que é o consignado, com juro médio de 1,92% ao mês.

A EnergisaPrev tem patrimônio de cerca de R$ 1,8 bilhão e mais de 9 mil participantes ativos, que contribuem mensalmente, além de outros quase 3 mil assistidos que recebem anualmente mais de R$ 150 milhões. O objetivo da instituição ao adotar a tecnologia é estar mais próxima dos clientes, ao facilitar o acesso às suas informações.

Juntas, as entidades desse segmento administram patrimônio superior a R$ 1 trilhão, sendo que 15% deste montante (R$ 150 bilhões) podem ser disponibilizados em linhas de crédito para seus participantes. Porém, apenas 2,1% (R$ 21 bilhões) estão sendo empregados para a finalidade.

E justamente para ajudar as EFPCs a explorarem melhor esses R$ 130 bilhões que ainda não foram emprestados é que a uFund foi criada. “É um montante considerável de recursos à disposição. É possível financiar automóveis, imóveis (aquisição e reformas), bens de consumo, viagens, faculdades, em condições muito melhores das que as disponíveis no mercado tradicional, com prazos muito superiores e taxas bem menores”, comenta o co-Founder e CEO da uFund, Alexandre Teixeira.

Para o presidente da EnergisaPrev, Márcio Pires, a transformação digital chegou às entidades de previdência e a entidade estará na vanguarda junto com os fornecedores que se alinharem a essa visão. “Vimos esta possibilidade na solução da uFund. “Mais do que transformação digital, tecnologia humanizada e inovação é o caminho para aproximar e multiplicar oportunidades para fundações e seus clientes”, ressalta.

Pires explica que uma das razões para os empréstimos das EFPCs serem mais baratos do que os ofertados pelos bancos e financeiras tradicionais é que o próprio patrimônio acumulado do participante no fundo de previdência serve como garantia do empréstimo. Além disso, as parcelas do financiamento podem ser descontadas na folha de pagamento de salários ou de benefícios previdenciários.

“Isso permite uma redução expressiva do custo e da burocracia que a constituição das garantias tradicionais impõe, através de hipotecas de imóveis e alienação fiduciária de veículos, por exemplo”, diz o CEO.

Na prática, o que a uFund oferece é uma tecnologia humanizada e facilmente integrada ao ERP da fundação sob o modelo “white label”. Isso significa que a marca que aparece no app é a da fundação parceira. “E a facilidade de uso do aplicativo é semelhante ao dos bancos digitais e igualmente seguro. É um benefício a mais que os participantes do plano da EnergisaPrev passam a ter”, afirma o CEO.

Cláudio Brandão Silveira, co-fundador da uFund, destaca que a uFund é a primeira prevtech que se dedica a compreender profundamente a patrocinadora, a fundação e o participante. “Mesmo emprestando com juros baixos elas conseguem atingir tais parâmetros, com INPC ou IPCA mais 6% e algum spread. Há muito potencial a ser aproveitado e com risco de crédito muito baixo”, pontua.

A uFund está no portfólio de investimentos da BeeCap – startup fundada por Bernardo Carneiro, Luciano Camargo Neves e Cláudio Brandão Silveira -, que idealizou a oportunidade, desenhou o modelo de negócios central e convidou a consultoria de inovação Questtonó e a boutique estratégica Xsfera para tornar o empreendimento uma realidade.

Contato: [email protected]