EmpresasNotícias

Petrobras contratou R$ 26 bilhões de empresas fluminenses em 2020

1 Minutos de leitura
A Petrobras fechou contratos no valor total de R$ 26 bilhões com mais de 2,6 mil empresas fluminenses no ano passado. Além disso, 70% dos seus investimentos em pesquisa e desenvolvimento são realizados no Estado do Rio e R$ 42 milhões foram investidos em 2020 em projetos socioambientais na região, informou a companhia em comunicado.

O presidente da petrolífera, Joaquim Silva e Luna, esteve com o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Vinicius Farah, e autoridades municipais do Rio, nesta segunda-feira, na cidade de Itaboraí (RJ). Eles debateram, no encontro, soluções de fomento e retomada das atividades econômicas em municípios do Leste Fluminense.

Em Itaboraí, está sendo construído o Projeto Integrado Rota 3, que disponibilizará mais uma rota de escoamento para o gás natural do pré-sal. Este projeto contempla a construção de uma Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) no Polo GasLub, com capacidade de processar até 21 milhões de m? por dia, e a construção de um gasoduto de 355 km de extensão interligando as unidades de produção do pré-sal até a UPGN. A rota é formada por 307 km de trecho marítimo, já construídos, e 48 km de trecho terrestre.

Atualmente a Petrobras já dispõe das Rotas 1 e 2, respectivamente, em Caraguatatuba (SP) e Macaé (RJ) para escoar o gás produzido nos campos marítimos.

O GasLub substitui o projeto do Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj), que estava sendo construído no mesmo terreno, em Itaboraí. Inicialmente, a proposta era instalar um parque de refino e petroquímicas. Os gastos com a obra, no entanto, foram alvo de denúncia de corrupção na Operação Lava Jato. O projeto foi, então, paralisado e reformulado.