Investimentos

Investimentos

Mercado de petróleo: como funciona e principais empresas do mundo

Por

Provavelmente, você já ouviu falar a respeito do petróleo, certo? Afinal, esse é um assunto bastante abordado em noticiários e debates econômicos. Mas você compreende a importância do mercado de petróleo e de que forma ele impacta a história e economia mundial?

Sendo uma das principais commodities negociadas ao redor do planeta, o petróleo tem um papel fundamental em vários setores da produção e consumo. Logo, ele influencia diretamente o preço de outros produtos e afeta a economia de muitos países de diversas maneiras.

Quer entender melhor o que é o mercado de petróleo, como ele funciona e qual seu impacto na economia global? Então continue a leitura deste texto!

Sumário

Qual é a história do petróleo?
Qual o papel do petróleo na economia?
Como é definido o preço do petróleo?
Quais as principais empresas do mercado de petróleo?
Como participar do mercado de petróleo via bolsa?

Qual é a história do petróleo?

Para compreender melhor o papel do petróleo na economia mundial, vale apena analisar brevemente a história desse produto. Nesse sentido, é possível encontrar evidências de seu uso ainda nos primórdios da civilização.

Tudo indica que povos do Oriente Médio, Egito, Mesopotâmia e China já utilizavam esse combustível fóssil de diversas formas. Contudo, somente a partir do século XIX é que o petróleo passa a figurar como um produto industrializado e mundialmente comercializado.

Isso porque nessa época foi desenvolvido o processo de refinamento e distribuição internacional. Devido à versatilidade nos usos do petróleo, os países produtores rapidamente ganharam destaque na economia mundial.

Portanto, em 1960 foi criada a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), composta por nações que têm a maior parte das reservas mundiais do combustível. Entre os objetivos dessa organização está o fortalecimento dos principais produtores.

Qual o papel do petróleo na economia?

Depois que o petróleo surgiu na economia global, ele nunca mais deixou de ser uma peça importante. Nesse sentido, as oscilações desse mercado acabam afetando diretamente toda a economia do planeta. Afinal, ele é uma das principais commodities negociadas no mundo.

A importância do petróleo está ligada à versatilidade que esse composto apresenta. Ele é a matéria-prima para a produção de inúmeros produtos, obtidos a partir do seu refinamento.

Entre os derivados mais comuns estão:

  • gás de petróleo: utilizado para aquecimento na indústria;
  • gás liquefeito de petróleo: utilizado na cozinha;
  • gasolina: principal combustível de veículos populares;
  • óleo diesel: principal combustível do transporte rodoviário e aquaviário;
  • querosene: combustível de turbinas a jato;
  • resíduos: produtos utilizados como matéria para fabricar coque, asfalto, ceras, etc.

Como é definido o preço do petróleo?

Como foi possível notar, o mercado de petróleo impacta diretamente todo o fluxo econômico global. Mas você sabe como o preço dessa commodity é negociado? Ele é estabelecido com base no barril de petróleo — uma unidade que representa em torno de 159 litros do produto.

O preço do barril é definido pelo mercado internacional, em dólar. Ademais, a variação ocorre por diversos fatores, que impactam na relação entre oferta e demanda. Por exemplo, crises globais, tensões geopolíticas, fatores ambientais e nível de consumo global.

Também é preciso saber que os principais países produtores de petróleo (representados pela OPEP) influenciam bastante os preços. Na década de 1970, por exemplo, a organização mostrou seu poder. Ela embargou parte de sua produção para que o preço do petróleo disparasse, causando crises.

Para tentar romper esse poderio, outros países investiram na pesquisa e produção de petróleo, surgindo novas nações produtoras. Foi o caso do Brasil e da Noruega. Contudo, os países da OPEP ainda controlam a maioria das reservas mundiais.

Quais as principais empresas do mercado de petróleo?

Se os países que detêm as principais reservas de petróleo são centrais nas negociações ao redor do mundo, as empresas produtoras também apresentam importância nesse mercado. Por isso, elas são centrais nas bolsas de valores.

Segundo a Brand Finance, as maiores companhias são:

  • Shell Oil Company: a Shell é a maior produtora de petróleo do mundo. Apenas no primeiro trimestre de 2021 a empresa apresentou um lucro líquido de mais de 42 milhões de dólares;
  • Saudi Arabian Oil Company: conhecida como Saudi Aramco, essa companhia bateu a meta de 37 milhões de dólares no primeiro trimestre de 2021;
  • PetroChina: a terceira maior produtora de petróleo do mundo — e maior da China — é a PetroChina. No primeiro trimestre de 2021, ela teve um lucro de mais de 31 milhões de dólares;
  • Sinopec: outro negócio chinês que está entre os maiores produtores de petróleo do mundo é a Sinopec. Ela é a quarta maior petrolífera do planeta.

Como participar do mercado de petróleo via bolsa?

Além das empresas citadas, inúmeras outras petrolíferas estão presentes no planeta — inclusive no Brasil. Grande parte delas possui seu capital aberto — ou seja, podem ser negociadas nas bolsas de valores.

Para o investidor, essa pode ser uma oportunidade de investimento. Contudo, é preciso avaliar se você tem perfil de investidor e objetivos que combinem com a possibilidade.

Nesse sentido, para ponderar a decisão, é importante que você:

Conheça seu perfil investidor

Primeiro, é preciso compreender seu perfil investidor. Cada pessoa lida com os investimentos de determinada maneira. Assim, você pode estar disposto a correr mais ou menos risco em troca de expectativas de resultados.

Tenha uma conta em uma corretora

O segundo passo é abrir uma conta em uma corretora de valores e transferir o valor que deseja investir. É por meio dos serviços e ferramentas dessa instituição que você poderá comprar e vender ações e outros ativos da bolsa de valores.

Escolha os investimentos que quer negociar

Por fim, basta escolher as ações e identifica-las pelo ticker no home broker, emitindo suas ordens de compra e venda. É possível se expor ao mercado de petróleo nacional, comprando ações da Petrobras, por exemplo.

Contudo, também há como investir no mercado internacional, principalmente por meio de ETFs (exchange traded funds) e BDRs (brazilian depositary receipts). Esses são investimentos que podem trazer exposição internacional ao investidor sem sair da bolsa brasileira.

Como você viu, o mercado de petróleo é fundamental em todo o mundo. Por isso, negociar as ações das principais empresas desse mercado pode ser uma oportunidade para diversificar a carteira. Contudo, lembre-se de levar em consideração seu perfil de investidor e objetivos financeiros.

Você conhecia essas informações sobre o impacto do petróleo na economia mundial? Para ter acesso a mais conteúdos como este, nos siga nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram, Telegram e Youtube!