Educação Financeira

Planejamento financeiro: 6 dicas para começar o ano com o pé direito!

4 Minutos de leitura

Você se lembra das promessas que fez no último Ano Novo? Quando o calendário está prestes a virar, é comum prometer criar hábitos positivos e tomar decisões melhores — inclusive em relação ao dinheiro. Mas, para que isso saia do papel, o planejamento financeiro é essencial.

Por meio dele, é possível organizar sua vida financeira, atingir os objetivos e realizar sonhos. Então, vale a pena contar com essa estratégia no começo do ano.

Quer começar o novo período com pé direito? Separamos 6 dicas para iniciar da melhor forma. Veja!

O que é planejamento financeiro?

Primeiramente, você deve saber que o planejamento financeiro é uma solução que usa diversas ferramentas para favorecer a administração do dinheiro. Seu objetivo é definir, antecipadamente, como usar os recursos, quais erros evitar e onde estão as principais oportunidades.

É possível encará-lo como um mapa, capaz de levá-lo ao destino representado pela saúde financeira e pelo máximo aproveitamento dos seus recursos. O planejamento pode ser desenvolvido em qualquer época. É comum fazê-lo no começo do ano, mas pode ser revisto em casos de mudanças.

Qual a importância dele?

Cuidar bem do seu dinheiro pode fazer com que você inicie o ano com o pé direito. Como nos primeiros meses surgem muitas contas e pagamentos de impostos, nada melhor que estar preparado para encarar as cobranças, certo?

Organizar as finanças não é apenas uma maneira de ter sucesso em como começar o ano bem. Esse é um hábito que tem impactos positivos que impactam toda a sua vida. Com um controle maior sobre o seu dinheiro, você identifica desperdícios e oportunidades de economia.

Com a parte que passa a sobrar do orçamento, é possível investir melhor e realizar os seus planos. Tanto os de curto prazo quanto aqueles que parecem muito distantes. Com organização e planejamento tudo fica mais fácil.

A estratégia também é uma forma de evitar o endividamento e de ter mais segurança contra imprevistos. Assim, você está preparado para lidar com urgências, como uma queda nos seus ganhos mensais.

Como fazer um planejamento financeiro?

Após descobrir o que torna tão importante o cuidado com seu dinheiro, é hora de saber como colocá-lo em prática. Não é preciso ser um especialista para ter sucesso na tarefa. Algumas mudanças do dia a dia já dão resultados.

Confira 6 dicas!

1. Acabe com as dívidas

Tentar organizar as suas finanças com dívidas ativas é como tentar encher um recipiente furado. Por mais que você se esforce, os resultados não aparecerão. Portanto, comece mapeando as suas dívidas e veja como quitá-las.

O ideal é priorizar dívidas mais caras e com mais juros (como o cartão de crédito), para diminuir o fluxo de saída de dinheiro. Em alguns casos, é possível negociar as condições mediante o pagamento à vista e até obter descontos.

2. Controle todas as suas movimentações

Outro passo importante é observar seu padrão de consumo para fazer um diagnóstico preciso da sua situação. Para que isso aconteça, é essencial conhecer como usa seu dinheiro. Ou seja, é necessário registrar todas as movimentações.

Comece a anotar tudo o que você ganha e o que gasta — mesmo que um valor seja pequeno, ele tem importância no final. Se possível, identifique as fontes dos recursos (como um adicional no trabalho que não acontece sempre) e os locais de despesas (como gastos com lazer ou alimentação).

3. Monte um orçamento completo

Os registros das movimentações são muito úteis para entender quais gastos se repetem ao longo do tempo e quais são as despesas médias. Então, com base nessas informações, encontre o quanto você realmente ganha e o quanto gasta a cada mês em média.

A partir disso, será viável montar um orçamento e planejá-lo. Ele serve para prever a distribuição de dinheiro entre as diferentes áreas da vida. Como consequência, é possível diminuir as chances de o dinheiro ser usado incorretamente.

4. Crie metas financeiras

O sucesso do seu planejamento financeiro depende de organização e também do seu comprometimento. Desenvolver novos hábitos não é fácil e demanda disciplina. Para aumentar a motivação e direcionar sobre o que fazer, vale a pena definir objetivos.

As metas financeiras envolvem o que você deseja atingir com ajuda do planejamento financeiro. Então, é o caso de pensar em quanto dinheiro deseja ter e em quanto tempo pretende dispor do montante, por exemplo.

Você pode estabelecer metas de curto, médio e longo prazo. Logo, são objetivos distintos — como aumentar seu patrimônio, fazer uma viagem e assim por diante. Busque, ainda, determinar o quanto pretende economizar por mês.

5. Monte sua reserva financeira

Imagine a seguinte situação: você tem o seu planejamento financeiro, mas não se prepara para imprevistos. Em dado momento, tem um gasto maior ou perde a renda. Nesse caso, o plano seria totalmente impactado pela situação. Complicado, não é?

Para evitar que isso aconteça e todo o planejamento seja descartado, o ideal é montar uma reserva de emergência. Com ela, você pode ter suporte para passar por períodos desafiadores, mesmo que sua renda fique comprometida.

Logo, a reserva evita o endividamento e complicações nas finanças. Ela deve ter o tamanho certo para o seu padrão de vida e só deve ser usada em casos reais de emergências. Caso precise usar parte valor, será necessário ter um plano para repor.

6. Comece a investir

Com todas essas mudanças positivas que você viu, é esperado que seu orçamento ganhe um respiro e que sobre algum dinheiro. Por isso, para iniciar o ano bem e acelerar a conquista dos seus objetivos, também é válido aprender a investir.

Comece conhecendo as classes de investimentos (renda fixa e variável) e as modalidades e produtos financeiros disponíveis. Identifique também seu apetite ao risco e seu perfil de investidor — entre conservador, moderado e arrojado.

Tudo isso permitirá montar sua carteira de investimentos. Nesse momento, a diversificação é bem-vinda, pois ajuda a diminuir os riscos e otimizar os resultados. Assim, investimentos serão aliados na conquista de seus sonhos.

Sem dúvida, o planejamento financeiro é um dos elementos para o uso bem-sucedido do seu dinheiro. Com estas 6 dicas de organização, você pode começar o ano da melhor forma e terá a chance de aproveitar melhor os seus recursos ao longo dos meses!

Se quiser maximizar a segurança quanto aos seus planos, veja 6 dicas para manter a proteção do seu planejamento financeiro!

Posts relacionados
Educação Financeira

3 Motivos para contar com uma assessoria de investimentos em 2021!

2 Minutos de leitura
Para muitos, a chegada de um novo ano traz consigo a esperança de uma vida financeira mais organizada e frutífera. Essa ideia…
Educação Financeira

Assessoria de investimentos: conheça a Valor Investimentos

8 Minutos de leitura
 Uma assessoria de investimentos é um serviço voltado para orientar os clientes a respeito dos melhores investimentos disponíveis no mercado financeiro. Isso…
Educação Financeira

Vai investir? Então conheça 7 primeiros passos para fazer seus investimentos!

5 Minutos de leitura
Muitos brasileiros estão começando a fazer os seus primeiros investimentos. Esse pode ser um bom caminho para a sua vida financeira, já…