Análise e Opinião

Análise e Opinião

Quais as 5 melhores plataformas para fazer trade de criptomoedas?

Por
Virgilio Lage

funcionarem para transações financeiras, as moedas digitais — como o bitcoin — também podem ser utilizadas em estratégias de investimento ou especulação. Nesse caso, a negociação desses ativos se chama trade de criptomoedas e pode ser feita em plataformas especializadas.

Ao acessar sua conta em uma plataforma, você pode acompanhar cotações em tempo real e encontrar vendedores ou compradores interessados em negociar diversas criptomoedas. As operações acontecem de forma descentralizada — o que é característico desse mercado.

Quer saber mais sobre trade de criptomoedas? Acompanhe a leitura e conheça 5 plataformas para realizar essas operações!

Como funcionam as operações de trade com criptomoedas?

No mercado financeiro tradicional, o termo trade é usualmente utilizado para designar operações de curto prazo, com foco na especulação. Um exemplo é o day trade, que permite ao especulador negociar ativos em um mesmo pregão da bolsa de valores.

No entanto, para o universo dos criptoativos, o conceito é um pouco mais amplo. O trade de criptomoedas consiste em todo o processo de compra e venda desses ativos digitais — seja para o curto ou longo prazo.

Uma das formas de fazer essa negociação é com a modalidade peer-to-peer (P2P), ou ponto a ponto. A partir dela, dois investidores se conectam e fazem a negociação direta de criptos sem a ação de intermediários.

No entanto, esse tipo de estratégia costuma trazer mais riscos. Embora as redes blockchain sejam ambientes seguros e que dificultam as ações de hackers, ainda existem golpistas que operam nesse mercado.

Por isso, pode ser mais interessante fazer negociações por meio de exchanges. Como você viu, elas têm um funcionamento similar ao dos bancos de investimento. Portanto, operam como intermediárias nas transações desse mercado.

Porém, seja com a intermediação de plataformas ou não, a negociação com criptomoedas só é finalizada quando comprador e vendedor acordam a cotação. O preço apresentado pelo mercado pode nortear o diálogo, mas não há uma obrigação para segui-lo.

5 Melhores plataformas para fazer trade de criptomoedas

Como vimos, o trade de criptomoedas pode acontecer por meio de plataformas com expertise nesse tipo de negociação. Por isso, é preciso conhecê-las para encontrar aquela que pode ser mais vantajosa para seus objetivos.

Conheça 5 das principais plataformas do mercado!

1.      Foxbit

A Foxbit é uma das principais alternativas nacionais para comprar e vender criptomoedas. Ela foi criada em 2014 e permite que os usuários criem uma conta gratuita para fazer trade com moedas digitais.

Como é uma plataforma brasileira, existe a praticidade de fazer depósitos tanto em reais quanto em criptos. No entanto, a conversão para moedas digitais como o bitcoin não é feita automaticamente. É preciso comprar as criptomoedas desejadas.

Um dos pontos positivos da plataforma está em seu amplo catálogo de ativos, que permite que os usuários tenham uma gama de alternativas para escolher — facilitando a diversificação. Ademais, é possível usá-la para receber pagamentos com bitcoin.

A Foxbit também se destaca por prestar serviços de tokenização. Ou seja, usar a rede blockchain para transformar um ativo real em um token negociável. Esse processo pode ser feito com commodities, títulos de investimento, ativos imobiliários, entre outros.

2.      FTX

A FTX é uma exchange com sede nas Bahamas e é uma das maiores plataformas para trade de criptoativos. Ela possibilita que os usuários façam negociações de derivativos, opções, produtos de volatilidade e tokens alavancados.

Essa plataforma foi fundada em 2019 por pessoas que já tinham experiência com o trade de criptoativos. O objetivo era criar uma plataforma que não apresentasse as mesmas falhas que elas perceberam em outros sistemas.

Além disso, os criadores também buscaram adicionar funcionalidades que sentiam falta em outras exchanges. Assim, com a FTX, os usuários contam com pools centralizados e garantias em stablecoins — que são criptomoedas com lastro, como no dólar norte-americano.

3.      Binance

A Binance é uma das maiores exchanges de criptomoedas do mundo. Sua fundação aconteceu em 2017 e ela tem sede nas Ilhas Cayman. Além disso, mesmo sendo estrangeira, essa plataforma permite depósitos em reais.

Uma característica interessante da Binance está no fato de ela não ter se limitado apenas a permitir a negociação de criptoativos. A plataforma também desenvolveu sua própria blockchain e investe em novas tecnologias descentralizadas — ou seja, prioriza todo o ecossistema de ativos digitais.

Com a Binance, os usuários têm acesso a um catálogo com diversas alternativas de criptomoedas para investir. Além disso, ela oferece a possibilidade de realizar empréstimos com moedas — permitindo que os membros da plataforma rentabilizem seu portfólio.

4.      Coinext

A Coinext é outra exchange nacional. Ela foi fundada em 2018 e logo conseguiu destaque no mercado brasileiro. Nela, a criação da conta é gratuita e é possível fazer depósitos em reais via PIX.

Em seu catálogo, a empresa conta com dezenas de criptomoedas disponíveis para negociação. Ademais, também é possível investir em utility tokens e game tokens, além de tokens baseados em decentralized finances (DeFi).

5.      Mercado Bitcoin

O Mercado Bitcoin é uma plataforma de trade com criptomoedas popular na América Latina. Sua fundação aconteceu em 2013 — o que faz dela uma das pioneiras desse mercado em território brasileiro.

Entre os destaques da plataforma está o atendimento personalizado. Com ele, os investidores podem ter informações mais claras sobre o mercado. Além disso, o Mercado Bitcoin permite acesso antecipado a investimentos limitados e também à sua mesa de operações.

Além das criptomoedas, a plataforma permite a aquisição de non-fungible tokens (NFTs). Também chamados de tokens não fungíveis em português, esses ativos se popularizaram entre 2020 e 2021, resultando no aumento das negociações.

Como encontrar a melhor plataforma para seus trades?

Como você viu, existem diversas plataformas para trade de criptomoedas disponíveis no mercado. Dessa maneira, pode ser um desafio escolher a melhor. Uma dica é analisar as taxas envolvidas em cada uma delas. Assim, você pode encontrar as melhores condições para a sua realidade financeira.

Outra orientação interessante é avaliar as alternativas que as plataformas oferecem além das criptomoedas. Embora adquirir as criptos seja sua prioridade, quanto maior for o catálogo da exchange, maior será o seu potencial de diversificação. Ainda, considere avaliar a opinião dos usuários sobre as exchanges de seu interesse.

Agora você sabe que o trade de criptomoedas é uma das estratégias possíveis para investidores que veem potencial nesse mercado. Por isso, é importante conhecer as 5 principais plataformas de negociação para lidar com menos riscos que em transações P2P.

Quer saber mais sobre o mercado de investimento e criptomoedas? Inscreva-se na nossa newsletter!