Análise e Opinião

Análise e Opinião

Jogos NFT: valem o investimento?

Por

Com o surgimento do Bitcoin (BTC) e o Ethereum (ETH) outras novidades do mundo digital despontam no mundo dos investimentos em criptos. E a criação de novos formatos de ativos digitais  acabam por surgir. Atualmente temos um que atraí milhares de investidores e já movimenta bilhões de dólares. O NFT, sigla em inglês para token não fungível.

Nos últimos 30 dias , segundo dados do site de análises DappRadar, o volume de vendas desses tokens chegou a US$ 1,63 bilhões, falando em reais esse valor com o dolar em R$4,79 que é a cotação quando esse artigo esta sendo publicado, é de R$ 7,807 bilhões de reais. (pesquisa feita em 02/06/2022)

Ele segue a mesma tecnologia das criptomoedas, de blockchains, que são sistemas de caixas criptografadas que garantem a segurança e a autenticidade do ativo. Os NFTs se popularizaram principalmente no mercado de arte, mas tem se expandido em outras áreas como a dos jogos. Voltemos à arte: um quadro da Monalisa, por exemplo, pode ter diversas reproduções, mas apenas o original possui o valor atrelado à sua autenticidade.

A lógica é a mesma para uma obra digital: ela pode ser replicada, mas apenas o dono do NFT tem o domínio sobre a obra verdadeira e seu valor. Quer saber mais? Então confira nosso artigo!

O que é NFT?

A criatividade do ser humano é o que nos coloca no topo da cadeia alimentar. Dar forma às nossas abstrações é uma tarefa inigualável nas obras artísticas. Por outro lado, a transformação do mercado de obras de arte também atingiu um grau de criatividade extremo.

Imagine isso: a obra de arte ‘The First 5000 days’ de Mike Winkelmann foi vendida por uma das mais famosas casas de leilão do mundo, a Christie’s. Até aí, tudo bem. O artista uniu sua coleção de 5 mil desenhos criados para o instagram (@beeple_crap) existentes apenas no formato digital ao longo dos primeiros 5 mil dias na rede social. No entanto, o comprador da obra de arte não levou um quadro físico. Pois é!

A sigla NFT caiu na boca do povo e está causando o maior alvoroço no mundo das finanças, das artes e dos games. Neymar e Justin Bieber conquistaram headlines no mundo inteiro por aquisições de NFT por mais de R$ 6 milhões, contabilizando até agora duas das transações mais caras da história de NFTs.

Como dito anteriormente, NFT é uma proposta para comercializar e dar autenticidade a itens digitais. No mundo da internet, onde qualquer coisa que você coloca pode viralizar e propagar enquanto existirem as redes de compartilhamento, as NFTs vieram para tangibilizar o valor do que é criado digitalmente.

O mundo das artes visuais foi um dos que mais popularizou esse comércio, pois, partindo do fato de que uma obra não tem um valor tangível nem no mercado físico, e sim pela popularidade e relevância do artista, facilitou a entrada das artes visuais no universo de compras de certificado digital.

Leia também | Como ganhar dinheiro com criptomoedas?

As NFTs são como o mercado da arte, mas aberto para absolutamente qualquer coisa que seja de interesse para compra ou venda e, por isso, o mundo dos games está em alta, abrindo possibilidades para jogadores e chamando a atenção de grandes empresas.

Como lucrar com os jogos NFT?

As mecânicas variam de jogo para jogo, porém, a maioria dos jogos NFTs seguem o modelo play-to-earn – jogar para ganhar, em que o jogador recebe tokens ao jogar. Quanto mais se joga, mais se ganha, e quanto mais o jogador avança de nível, melhores e mais raros são os itens obtidos ao longo das partidas.

Os games têm investido em itens colecionáveis para atrair mais pessoas e, com isso, os jogadores conseguem lucrar com peças exclusivas. Existem também os “in-game NFTs”, a possibilidade de fazer transações com itens coletados durante o gameplay, o que aumenta as chances de ganhos financeiros dos jogadores.

Há a possibilidade de investimento para investidores de perfil arrojado. A Khal Special Forces conta com cerca de 700 pessoas agenciadas para trabalhar no jogo Axie. Todos os usuários possuem acordos em que 40% do lucro gerado fica para os jogadores e o restante dividido entre a empresa e investidores.

Como investir em NFTs?

Tudo depende do jogo e da desenvolvedora responsável, pois cada uma tem uma regra para a aplicação dos NFTs. Existem opções gratuitas, como Gods Unchained, onde o jogador recebe um deck de 140 cartas, mas sem valor no game. Então, os NFTs para negociação só são adquiridos conforme o jogador evolui no jogo.

Já o Axie Infinite, que é um dos jogos mais populares do momento, tem uma taxa média por axie de  US$ 77  (no momento da publicação deste artigo) para ingressar no jogo, só que o jogador já entra com a possibilidade de venda e negociação, pois a taxa inclui itens colecionáveis iniciantes.

Ou seja, para entrar jogando e fazendo transações é necessário um investimento inicial. Quanto mais se compra, mais são geradas recompensas, e consequentemente os jogos vão gratificar quem mais coloca dinheiro.

Ainda assim, a tendência é o mercado criar jogos mais complexos e abrir ainda mais inclusão digital remunerada para pessoas de baixa renda e seguir um modelo de economia sustentável.

Veja mais | Metaverso: o que é e como investir?

Esse mercado de ganhar com jogos antes era possível apenas para profissionais e produtores de conteúdo, e agora já abriu as portas para jogadores de qualquer lugar do mundo e com qualquer tipo de experiência começarem a receber por jogar.

Vale levar em consideração que esse mercado muda a todo momento, a valorização de um item pode variar de um dia para o outro, e é importante estudar e estar atento às oportunidades.

Impacto ambiental do NFT

Existem muitas discussões relevantes acerca do que os NFTs representam. Muitos artistas, como Kanye West, se recusam a criar itens não tangíveis, pois demonstram a preocupação de criar arte e produtos para que as pessoas consumam no mundo real, com reais conexões e não um certificado digital para ser exclusivo no metaverso.

Outra discussão muito relevante é o impacto negativo dos NFTs no meio ambiente. O sistema para manter ativo o blockchain e equipamentos aumenta a emissão de carbono no mundo. A rede Ethereum consome 40 TWh (terawatts-hora) ao ano, o que é equivalente ao consumo energético de toda a Nova Zelândia.

Existe regulamentação?

 Ainda existe dificuldade em tributar esse tipo de tecnologia, muitas coisas estão sendo analisadas em vários países para regulamentar as transações. No Brasil, a Receita Federal exige que a pessoa com posse de criptomoedas acima de R$ 5 mil informe o valor no Imposto de Renda. Além disso, desde 2019 as operações que envolvem criptomoedas devem ser reportadas ao órgão federal.

Para começar, é importante procurar corretoras e estudar o mercado, pois a não existência de fiscalização torna esse um mercado cheio de golpes, sem a possibilidade de recuperação do dinheiro de volta.

Conclusão

 O mundo dos NFTs e do metaverso está abrindo possibilidades e, como qualquer investimento, é necessário analisar o que você tem para investir no momento: orçamento e tempo de jogo.

É uma área específica em que o seu perfil de investidor é uma das primeiras coisas a serem analisadas. Todos os especialistas afirmam: não entre nesse mercado sem estudar e compreender como funciona.

Se quiser conferir mais informações e novidades do mercado financeiro, acompanhe a Vai Investir no Facebook, Instagram e YouTube!