Renda Fixa

O que é CDB? Entenda como funciona

6 Minutos de leitura
money 2696219 1280 O que é CDB? Entenda como funciona

Em linhas gerais, o Certificado de Depósito Bancário (CDB) tem uma lógica de fácil compreensão. Neste artigo, vamos entender como funciona essa lógica. É simples. Assim como um “investimento” na  poupança realizado por um período fixo, o investidor que aplica no CDB recebe uma taxa de juros fixa.

Quando o prazo de vencimento do CDB é cumprido, o investidor recebe de volta o dinheiro que depositou, mais a rentabilidade dos juros estabelecidos. A verdade é que o CDB é mais rentável que a poupança, além de possuir a mesma segurança garantida pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Pode ser indexado ao CDI ou ao Índice de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA), ou então ter uma taxa fixa (pré-fixado).

Há CDBs com diferentes prazos de vencimentos: desde CDBs com liquidez diária, para conseguir retirar o dinheiro quando quiser, até com anos de carência, para aquele investidor que busca expandir o patrimônio. Geralmente, quanto mais tempo o dinheiro fica investido no banco, maior é a rentabilidade. Portanto, é preciso ter atenção ao prazo de carência exigido na hora de realizar os investimentos.

Caso o investidor precise acessar os fundos antes do prazo de vencimento do CDB, estará sujeito a uma multa pela retirada antecipada. Isso pode reduzir significativamente a rentabilidade dos juros acumulados no CDB. E existem também CDBs que só permitem o resgate após o vencimento. Portanto, antes de investir em um CDB, é importante ter um fundo de reserva para o caso de emergências, para poder investir com tranquilidade e obter a rentabilidade desejada, mantendo o investimento até o prazo de vencimento.

Sumário

Por que investir em CBD?

Quais são os tipos de CDB?

Formas de remuneração: quando investir no CDB?

Valor mínimo para investir em CDB

Carência e prazo

Tributação: taxa de custódia

Prazos e indicadores de Imposto de Renda Regressivo

Objetivo x Rentabilidade”

coins 1523383 1280 O que é CDB? Entenda como funciona

Por que investir em CBD?

Investir em títulos de CDB pode ser uma ótima escolha para você, mas para isso é preciso que você entenda bem o que é CDB e como funciona, para, então, entender as vantagens de investir nesse título!

Esse investimento é visto como alternativa à poupança, uma vez que pode oferecer liquidez diária (ser resgatado a qualquer momento) e é relativamente simples de investir, por estar disponível em diversas plataformas de investimento.

Além disso, conta também com:

  1. Rentabilidade: CDB rende mais que a poupança, podendo gerar chegar até o dobro de rendimento;
  1. Segurança: se o investimento for de até R$250 mil, seu título CDB será segurado pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC) por CPF ou CNPJ. Esta garantia previne que o investidor perca o dinheiro aplicado, caso o banco quebre ou não consiga devolver a quantia prometida no prazo.
  1. Liquidez Diária: ao deixar o dinheiro rendendo num investimento nem sempre é possível retirá-lo antes do prazo do vencimento. Se você optar por um CDB de liquidez diária, o dinheiro aplicado poderá ser recuperado no momento que julgar necessário.

Leia também | 5 tipos de investimentos para saber onde investir 5 mil reais

Quais são os tipos de CDB?

Existem 3 principais tipos de CDBs e cada um deles pode adequar-se melhor ao seu perfil. São diferentes na forma em que entregam o rendimento aos investidores, ou seja, como a taxa de juros incide sobre o título. Vamos aos tipos de CBDs:

CDB prefixado

Neste caso, é sabido o rendimento na hora da compra. Aqui, a rentabilidade será fixa e predeterminada.

CDB pós-fixado

Já este CDB, o investidor aposta na variação de juros. Neste caso, é comum deparar-se com termos “CDB DI” ou “CDB CDI”. Em outras palavras, isso quer dizer os bancos fazem empréstimos de curta duração entre eles e a lógica se parece com a do CDB, mas não há investidores envolvidos, somente os bancos.

Por isso, os bancos utilizam o Certificado de Depósito Interbancário (CDI), a fim de determinar quanto irão pagar no futuro para seus investidores. Isto é, estabelecem uma taxa pós-fixada apara seus títulos.

CDB híbrido

Aqui, a proteção do investidor é sobre a inflação. Neste caso, os papeis estão atrelados à inflação. Este tipo de CDB acompanha as variações de IPCA (índice utilizado para medir a inflação do país). Além da variação do IPCA, esses títulos pagam uma taxa fixa determinada antecipadamente, isto é, prefixada.

cdb tipos O que é CDB? Entenda como funciona

Formas de remuneração: quando investir no CDB?

Nesse momento, você já entendeu o que é CDB, seus tipos e muito mais. Por isso, compreenda mais sobre as formas de remuneração dos títulos, que podem ser:

  • Pós-fixados:
  • % do CDI: Preferível em tendência de aumento de juros;
  • CDI + spread: Preferível em tendência de queda de juros;
  • Índices de preços: Preferível para investidores de longo prazo, que buscam preservação de patrimônio. Ex.: IGP-M e IPCA
  • Pré-fixados:
  • Preferível após ciclo de alta de juros. Neste tipo de título, o investidor sabe a rentabilidade na hora da aplicação, sendo determinado o quanto receberá no vencimento.

Valor mínimo para investir em CDB

Existem alternativas de aplicação com valores mínimos variados, podendo variar entre R$ 1 mil a R$ 30 mil.

Antes de aplicar no CDB, é interessante avaliar se o dinheiro investido será necessário em um futuro próximo ou se poderá ficar na aplicação até o prazo de vencimento. Dessa forma é possível escolher qual será o valor aplicado, a liquidez do título e o tempo de rendimento.

Leia também | Mercado Financeiro: conheça o papel de cada instituição

Carência e prazo

Um CDB tem duas datas importantes que você deve se atentar na hora de escolher uma opção para investir:

  • Prazo: É a data máxima que seu dinheiro pode ficar investido naquele CDB. Os prazos de vencimento após a aplicação variam de 30 dias a 1826 dias (5 anos), dependendo de cada emissor
  • Carência: Data a partir da qual o CDB pode ser resgatado, caso o investidor solicite. Ou seja, somente a partir dessa data que o investidor tem flexibilidade para sacar o investimento.

De modo geral, não existe um prazo padrão para resgate de um investimento em CDB, mas o prazo de carência é um ponto importante para ser observado.

A vantagem é que quanto maior a carência, maior o rendimento. Por isso, antes de escolher o seu CDB é preciso ter em mente qual o seu objetivo e seu horizonte para não entrar em um investimento que não tenha a possibilidade de resgate imediato.

Possíveis dúvidas:

  • É possível resgatar CDB antes do prazo?

Sim, no entanto, para isso é necessário que o investidor venda esse título ao banco emissor ou no mercado secundário. Devido à falta de liquidez do mercado secundário, o CDB pode sofrer um deságio na venda antecipada.

  • O que é vencimento CDB?

Como todo o investimento de renda fixa, o CDB possui um prazo de vencimento. Por conta desse fator, há uma certa data para que o valor investido seja resgatado. Ao vencer, o dinheiro entrará na sua conta corrente automaticamente.

Leia também | Como investir 100 mil reais? Descubra!

Tributação: taxa de custódia

A taxa de custódia é um valor cobrado mensalmente pelas corretoras para armazenar os títulos de um determinado investidor. Por sua vez, a cobrança de Imposto de Renda dos CDBs incide apenas sobre os rendimentos da aplicação e de forma regressiva.

O percentual de desconto do IR para títulos CDB funciona em uma tabela regressiva, ou seja, quanto maior o tempo de aplicação, menor o desconto no rendimento. Veja o percentual de tributação do IR conforme o período de aplicação dos CDB.

Prazos e indicadores de Imposto de Renda Regressivo

Rendimentos produzidos por aplicações financeiras realizadas por pessoas físicas ou pessoas jurídicas e ganhos de capital produzidos por aplicação financeira são tributados às seguintes alíquotas (tabela regressiva):

  1. Até 180 dias | Alíquota: 22.5%
  2. De 181 a 360 dias | Alíquota: 20%
  3. De 361 a 720 dias | Alíquota: 17.5%
  4. Acima de 721 dias | Alíquota: 15%

Há também a incidência de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) quando o prazo entre a compra e a venda for inferior a 30 dias, sendo 1% ao dia.

cdb iof O que é CDB? Entenda como funciona

Objetivo x Rentabilidade

rentabilidade de um CDB está relacionada ao prazo de resgate do investimento. Ou seja, quanto maior o tempo de carência, maior a rentabilidade. Por isso é importante definir qual é o objetivo do investimento antes. Tendo isso em mente, o ideal é utilizar um simulador de investimento que irá te ajudar a encontrar rapidamente quais as melhores opções dentro do seu objetivo.

Outro detalhe importante é o tipo de CDB, porque em um cenário de queda de juros pelo Banco Central, os investimentos pós-fixados com rentabilidade atrelada à Selic e ao CDI diminuem.

Leia também | Copom eleva a Selic para 5,25%. Como ficam os investimentos?

Já no cenário de aumento de juros, os rendimentos atrelados a esses indexadores aumentam. No caso dos CDBs prefixados, não há oscilações porque a rentabilidade é baseada em uma taxa fixa e anual.

Assim, para pessoas mais conservadoras, que têm menos tolerância ao risco, é possível que um CDB prefixado seja uma opção mais interessante do que um pós-fixado, por exemplo. Afinal, com a primeira opção, o retorno obtido no vencimento será aquele acordado no início, independente do que aconteça.

Gostou da leitura? Para aprofundar ainda mais seus conhecimentos, elencamos alguns artigos que possam ser do seu interesse:

. Fundo de emergência: como e onde investir?

. Veja o que são títulos públicos e como funciona o investimento

. Praticar tênis é uma aula de investimento

Posts relacionados
Renda Fixa

Tesouro Direto: como receber o dinheiro no mesmo dia?

3 Minutos de leitura
A partir desta segunda-feira, dia 13 de agosto de 2021, os investidores de títulos do Tesouro Direto poderão receber o dinheiro de…
Renda Fixa

Crédito privado com as debêntures incentivadas

4 Minutos de leitura
Mergulhando a fundo no mercado de debêntures, é importante debruçarmos no tipo mais negociado e demandando pelos investidores: as debêntures incentivadas. Os…
Renda Fixa

Debêntures: boa opção para diversificar seus investimentos

3 Minutos de leitura
Vamos imaginar a seguinte situação: você já é um investidor. Há várias formas de se investir, correto? Vamos lá! Por exemplo, caso…
×
Economia com VocêNotícias

Boletim Focus: confira as projeções do mercado