EmpresasCafé com Trade

O que é spin-off no mercado financeiro?

2 Minutos de leitura
O que e spin off no mercado financeiro O que é spin-off no mercado financeiro?

No mercado financeiro, existem diversos termos os quais o investidor se depara frequentemente. Por essa razão, ao encontrar uma expressão que não é familiar, é importante entender o que significa e como ela pode ajudar nos investimentos. Por exemplo, você sabe o que é spin-off?

Ele se refere a um modelo de negócio que costuma ser mais econômico. Sendo assim, pode ser uma alternativa para diversificação da carteira de investimentos. Mas, para identificar se faz sentido para você, é necessário entender mais sobre o assunto.

Neste post, você descobrirá informações relevantes sobre o que é spin-off e por que as empresas adotam essa prática. Confira!

O que é spin-off?

Quando se fala em spin-off no mercado financeiro, o termo se refere à empresa criada a partir de outra, denominada empresa-mãe. Dessa maneira, a nova organização pode fazer parte da principal de forma parcial ou total.

Também é importante saber que existem dois tipos de spin-off:

  • corporativa: é a empresa criada a partir de uma companhia já existente. Geralmente, se iniciam como um dos projetos da empresa-mãe e depois ocorre a separação;
  • acadêmica: surgem em centros universitários ou institutos de pesquisa com a necessidade de comercializar os produtos resultantes dos estudos desses órgãos.

Exemplos

Para melhor compreensão sobre o que é spin-off, é interessante que você conheça alguns exemplos desse modelo de negócio — que existem hoje ou já existiram no passado.

Veja:

  • BB Seguridade: derivada do Banco do Brasil;
  • Multiplus e Smiles: programas de fidelidade das companhias aéreas (TAM e Gol, respectivamente) que cresceram e foram transformados em empresas independentes;
  • Wiz Soluções: corretora de seguros da Caixa Seguridade que se tornou muito rentável e foi convertida em empresa independente.

Por que as empresas fazem spin-off?

Você conferiu exemplos de empresas spin-off, mas também vale a pena saber as razões pelas quais as companhias recorrem a essa modalidade. Na verdade, existem diversos motivos para que uma organização crie outra independente, como:

  • captar recursos externos;
  • necessidade de explorar um novo mercado;
  • simplificar suas operações;
  • se desfazer de uma parte do negócio que não oferece o retorno esperado, vendendo a spin-off;
  • problemas de sucessão, quando herdeiros não entram em consenso na divisão da empresa-mãe;
  • conflitos societários, quando os sócios não conseguem mais trabalhar juntos por conta das divergências.

Quais as vantagens do processo de spin-off para companhias?

Como você viu, há diversas razões para que uma empresa crie outra. Mas esse processo também acontece porque pode trazer vantagens. A primeira delas é a retenção de talentos por meio de bonificação com ações, transformando colaboradores em parceiros no novo negócio.

Há também a oportunidade de captar recursos para acelerar o crescimento da empresa-mãe. Isso pode ser feito por meio da venda da organização derivada ou de suas ações.

Por que o investidor precisa entender sobre spin-off?

Após entender o que é spin-off, as razões e as vantagens para a empresa-mãe criar uma derivada, é importante que você compreenda por que deve saber todas essas informações. Primeiramente, é uma forma de identificar oportunidades.

Na maioria dos casos, se uma empresa é derivada de outra que é sólida no mercado, pode ser interessante saber mais sobre ela para identificar se vale a pena investir.

Portanto, o investidor deve ficar atento às companhias que estão em processo de “separação”. Isso pode trazer informações relevantes para auxiliar na tomada de decisão.

Agora que você já sabe o que é spin-off e por que deve prestar atenção nessas empresas, já pode colocar mais esse conhecimento em prática. E lembre-se de que, para saber identificar as melhores oportunidades no mercado financeiro, é necessário estudar sobre o tema.

Quer conhecer mais um termo do mercado financeiro? Aproveite e saiba o que é come-cotas e como ele atua nos investimentos!

×
Análise & Opinião

O trabalho do futuro: transformações e novas habilidades