Café com TradeAções

O que é split de ações?

3 Minutos de leitura
O que e split de acoes O que é split de ações?

Quando as empresas listadas na bolsa de valores estão preocupadas se o preço de suas ações está muito elevado ou muito baixo, elas podem optar por um desdobramento ou grupamento de ações. E quem investe no mercado acionário precisa entender esses movimentos.

Afinal, suas estratégias de investimentos podem ser influenciadas por eles. Nesse contexto, vale a pena saber o que é split de ações e sua diferença em relação ao inplit. Por isso, você entenderá, nos próximos parágrafos, esses dois conceitos.

Além disso, poderá entender por que as empresas fazem split de ações e como isso afeta suas decisões. Confira!

O que é split de ações?

O split, também chamado de desdobramento de ações, é uma operação que divide uma ação em duas ou mais, sem diluir o valor das participações dos acionistas. Assim, há um aumento no número de ações em circulação e uma redução do seu preço individual.

Um exemplo real de split aconteceu com as ações da Magazine Luiza (MGLU3), em 2017. Após uma valorização expressiva de seus papéis, houve uma baixa liquidez do seu ativo por conta do alto preço das ações no mercado.

Para reverter a situação, a empresa anunciou o desdobramento de 1 para 8 em suas ações. Dessa forma, 1 ação foi dividida em 8.

Logo, cada uma passou a valer um oitavo do seu valor original — sem interferir no valor de mercado da companhia e no patrimônio de cada acionista. E o movimento também aconteceu em outras oportunidades.

Leia tambémValue investing: o que é e como funciona esta estratégia?

Qual a diferença entre split e inplit?

O inplit acontece na direção oposta: trata-se de reunir duas ou mais ações em uma. Dessa forma, há uma redução da quantidade de papéis disponíveis no mercado acionário.

Um exemplo de inplit aconteceu com a Helbor Empreendimentos S.A. Em julho de 2020, a empresa anunciou um grupamento de suas ações em uma proporção de 5 em 1. Ou seja, ela reuniu cinco ações em uma só.

Assim, houve uma diminuição na quantidade de ações do investidor. Entretanto, seu patrimônio não se alterou, pois a cotação de um papel passou a ser equivalente a cinco vezes o preço anterior.

Veja maisAções e ciclos econômicos

Por que as empresas fazem split de ações?

Como você viu, um split aumenta o número de ações em circulação e reduz o preço individual do papel. O objetivo disso é tornar os papéis mais baratos e mais acessíveis para investidores.

Por esse motivo, o split de ações serve para aumentar a liquidez do ativo no mercado — o que pode ser interessante para a empresa em determinadas situações.

Leia tambémO fundo imobiliário faz sentido para você? Leia e descubra

Por que vale a pena conhecer o conceito?

Os desdobramentos de ações podem ser vantajosos para os investidores por diversos motivos. Para aquele que não investe por conta do preço de uma ação, a acessibilidade aumenta as oportunidades.

Para quem já investe, o aumento da liquidez pode facilitar as negociações. Ademais, o maior volume de negociação pode ajudar a elevar o preço do papel. Dessa forma, é possível usufruir a valorização de ativos a longo prazo.

Já para o especulador, o split costuma trazer uma volatilidade no preço dos papéis nos dias que antecedem ou sucedem esse movimento. Ele cria, assim, uma oportunidade de ganhos no curto prazo (day trade ou swing trade).

Agora você sabe o que é o split de ações e como isso afeta suas decisões de investimento. Portanto, fique atento a esses movimentos que ocorrem no mercado para aproveitar as oportunidades que podem surgir!

Gostou deste artigo? Então continue aprendendo e descubra o que é e como fazer uma especulação financeira!

×
AçõesCafé com Trade

Day trade: Saiba como funciona esta operação na bolsa