Análise e Opinião

Análise e Opinião

Ações no cenário de taxa de juros alta

Por
Romero Oliveira

Consequência de uma escalada generalizada dos preços de produtos e serviços no mercado, a inflação tem tirado o sono do consumidor brasileiro. Considerando somente o primeiro trimestre do ano, o IPCA (Índice de Preços para o Consumidor Amplo) acumula alta de 3,2%, atingindo 11,3%. Hoje, passamos de 12% no acumulado dos últimos 12 meses.

Para controle e desaceleração do atual cenário inflacionário, algumas políticas monetárias são comumente utilizadas pelo Banco central, dentre elas o aumento na taxa de juros.

Elevação da taxa de juros

Sendo o principal instrumento de política monetária utilizado pelo Banco central para controle da inflação, a elevação da taxa de juros vem como uma solução financeira para diminuir o dinheiro em circulação no mercado, tornando mais atrativas as aplicações financeiras e mais custosas as captações de crédito no mercado.

Desse modo, desestimula-se o consumo e favorecendo a queda da inflação. Esta medida impacta diretamente no desempenho das empresas reduzindo as perspectivas de crescimento, frustrando os resultados e consequentemente diminuindo seu valor de mercado.

Assim, em meio a um cenário econômico nebuloso e taxas de juros atraentes, vemos uma migração, dos ativos de renda variável, para ativos de renda fixa. Nesta conjuntura uma dúvida paira sobre o investidor: “Como me expor a ações aproveitando a alta na taxa de juros?”

Oportunidades em renda variável

Uma ótima alternativa para se expor a ações buscando menor volatilidade neste cenário econômico, é o investimento em ações de setores perenes de receitas recorrentes, ou seja, financeiro, energia saneamento etc.

Com maior previsibilidade de receitas e despesas, estes setores, costumam acompanhar o movimento de elevação da taxa de juros, protegendo desta forma o investidor das oscilações de mercado e das sucessivas altas. Tais setores, frequentemente retornam parte dos seus lucros operacionais como dividendos aos seus investidores, tornando-os ainda mais atrativos.

Além do possível crescimento de mercado por meio de valorização das ações, os investidores têm a possibilidade de receber um fluxo de renda recorrente.

De modo geral é importante destacarmos a eficiência de um portfólio diversificado e bem estruturado, para assim aproveitar os diferentes ciclos e oportunidades de mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.