Análise e Opinião

Análise e Opinião

6 passos para organizar as finanças do casal

Por
Leandro Ferreira

Um dos principais motivos para o divórcio no Brasil está relacionado à falta de dinheiro. As dificuldades financeiras no início do casamento podem ser comuns para a maioria dos casais que não estavam acostumados a terem responsabilidade dos gastos com a manutenção de uma casa, por exemplo.

Somente para termos uma ideia, uma pesquisa recente realizada pela SPC Brasil apontou que cerca de 46% dos casais brasileiros brigam por questões financeiras. Mas o que fazer para conseguir organizar as finanças do seu relacionamento e melhorar um dos aspectos mais importantes para uma relação saudável?

Pensando nisso, elaborei 6 passos para organizar as finanças do casal. Vamos lá!

1. Reconheça quem é você na relação

Normalmente no relacionamento sempre tem uma pessoa com o perfil mais gastador e outra com perfil mais poupador. Reconheça quem você é, conversem e tentem alcançar o equilíbrio juntos.

Se os dois tiverem o mesmo perfil (Poupador x Poupador; Gastador x Gastador) é importante ficarem atentos, principalmente se os dois forem “Gastador”. Busquem sonhos e objetivos juntos e foquem em alcançá-los.

2. Converse sobre dinheiro abertamente com o seu parceiro

Falar sobre dinheiro não pode ser um tabu nos relacionamentos, ou seja, a pauta dinheiro deve ser tratada com sinceridade. Os dois devem saber quanto o outro ganha e gasta, quais são as dívidas e sonhos e objetivos de cada um sem a necessidade de esconderem algo sobre as finanças.

Afinal, a receita do sucesso para a organização financeira do casal é estabelecida na transparência, dialogo e planejamento.

3. Anotem seus gastos

O começo é sempre difícil e muitas vezes até chato anotar os gastos. Contudo, é com essas anotações que vocês conseguirão enxergar com mais clareza onde estão os gastos supérfluos e exatamente para onde está indo o dinheiro. A economia começa neste ponto.

A anotação pode ser em caderno, agenda, planilha ou, até mesmo, em aplicativos. O importante é ter a visão exata das despesas para então conseguir organizar as finanças.

4. Planejem seus gastos

Depois de anotar os gastos e visualizar suas despesas é importante começar a planejar os gastos para os próximos meses. Abrir mão de  alguma coisa no presente para ter algo bem melhor no futuro é muito gratificante.

Coloquem metas para os gastos com cartão de crédito, mercados, alimentação fora de casa e até mesmo das pedidas de comidas semanais. Isso nos traz consciência e foco para os nossos sonhos.

Leia tambémComo se livrar das dívidas de uma vez por todas? Saiba agora.

5. Definam planos juntos

“Se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve”. Não! Colocar seus sonhos e planos no papel vão ajudá-los a ter uma visão clara para onde estão indo e o quanto falta para chegar ao objetivo.

Viagens, férias, troca do carro ou até mesmo da casa, casamento planejado, tudo tem o seu custo e podem ser alcançados desde que entrem em acordo e definam juntos os planos.

Traçar juntos os sonhos e objetivos vai fazer com que os dois se comprometam e se ajudem a poupar para a realização dos sonhos. Conversar sobre objetivos e sonhos, além de aproximar o casal, fará com que vocês tenham ainda mais intimidade.

6. Tenham uma reserva para emergências

Imprevistos podem acontecer a qualquer momento – doenças, algo que quebrou em casa, franquia do carro após uma batida, ou até mesmo socorrer algum parente em uma situação de necessidade. Por isso, ter uma reserva para emergência te ajuda a não descapitalizar e ter que abrir mão dos seus objetivos.

Esses são alguns passos para ajudá-los no processo de organização financeira e a melhorar a sua relação com o dinheiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.